EventsEventosPodcast
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Polacos chamados às urnas numas eleições Legislativas com 45% dos eleitores ainda indecisos

Eleições Legislativas na Polónia
Eleições Legislativas na Polónia Direitos de autor Czarek Sokolowski/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Czarek Sokolowski/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews com Magdalena Chodownik
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O próximo fim de semana é de Legislativas na Polónia. Eleições aguardadas com expectativa na região quando 45 % dos eleitores estão ainda indecisos.

PUBLICIDADE

No próximo fim de semana, os polacos votam nas eleições Legislativas que não só definirão a direção política do país, como também terão um grande impacto na segurança e na política de toda a região. 

No entanto, as sondagens dizem que cerca de 45% dos eleitores ainda estão indecisos. Entre estes, explicava Katarzyna Wodniak, especialista em política, do Trinity College Dublin, há pessoas que tencionam votar, mas não têm a certeza em quem ou pensam que ainda podem mudar de ideias. Mas há também quem não tencione votar.

Foi criada uma campanha, "Mulheres às urnas!", para encorajar as mulheres a usar o seu direito de voto. Numa eleição renhida, em que cada ida às urnas pode ter impacto. Katarzyna Rozenfeld, que faz parte dessa iniciativa, explicava que há mulheres não votam porque não acreditam que o seu voto seja importante. Outras não têm confiança nos políticos e não acreditam na política.

A campanha está a "abrir os olhos" a muitas mulheres mas a falta de confiança nos políticos faz com que um parte significativa se mantenha hesitante.

A ativista Zenobia Zaczek referia que não confia nos políticos e que a responsabilidade é deles próprios. Acrescentava acreditar numa democracia direta, não numa parlamentar. "Acredito que se deve votar a favor de uma determinada causa, por exemplo num referendo, e não dar carta branca a uma pessoa que pode fazer o que quiser. Não tenho qualquer controlo sobre o que essas pessoas fazem depois", concluia.

Magdalena Chodownik, correspondente da Euronews, adiantava que na última semana da campanha eleitoral, os partidos políticos deverão estar mais "concentrados em ganhar os votos dos polacos indecisos".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Eleições Polónia: Líder do "Lei e Justiça", no poder, desiste de participar no debate televisivo

Cimeira da UE: Hungria e Polónia bloquearam parágrafo sobre migração

Tusk nomeia comissão para investigar influência russa e bielorrussa após detenções de espiões