EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Vaga de calor de outono suspende aulas nas Canárias

Banhistas numa praia espanhola
Banhistas numa praia espanhola Direitos de autor AP Photo/Ignacio Murillo//Arquivo
Direitos de autor AP Photo/Ignacio Murillo//Arquivo
De  Francisco Marques
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Governo autonómico ainda tentou resistir, mas situação "insustentável" reclamada pelos centros educativos vale fim de semana grande de praia para alunos do arquipélago atlântico de Espanha

PUBLICIDADE

As escolas não universitárias das ilhas Canárias vão suspender as aulas esta semana, na quarta e sexta-feira, devido à presente onda de calor no arquipélago espanhol.

A decisão havia sido rejeitada na segunda-feira pelo executivo da região autonómica, mas acabou por ser mesmo assumida pelo ministro da educação das Canárias, Poli Suárez, por "responsabilidade" após alguma pressão dos centros educativos do arquipélago devido a uma situação que dizem ser "insustentável" com o registo de desmaios e golpes de calor.

Suspensão da Atividade Letiva e Extraescolar nas Canárias

O Governo das Canárias, através do Ministério Regional da Educação, Formação Profissional, Atividade Física e Desporto, decretou com carácter de urgência a suspensão das atividades letivas e extracurriculares de quarta-feira 11 e sexta-feira 13 de outubro nos centros educativos não universitários do arquipélago, devido à situação de pré-alerta de temperaturas elevadas. A medida afeta os alunos e todo o pessoal das escolas públicas, subsidiadas pelo Estado e privadas.

Fonte: Portal do governo das Canárias

O ministro revelou ter recebido diversas chamadas telefónicas e mensagens escritas de diretores de centros educativos, de responsáveis de associações de pais e de mães, além de sindicatos, que também terá ouvido antes de aceitar tomar a decisão rejeitada de véspera pelo executivo.

Poli Suárez anunciou também o início do processo para estabelecer um protocolo de atuação para futuras situações térmicas similares e o ministro das Infraestruturas educativas das Canárias admitiu que as escolas não estão atualmente preparadas para proteger alunos e profissionais das persistentes altas temperaturas.

Em dois meses "não se pode solucionar" o problema de abandono das escolas em "muitas legislaturas", defendeu o responsável pelas infraestruturas educativas do arquipélago.

Com o dia nacional de Espanha a valer um feriado na quinta-feira, este promete ser um largo fim de semana de verão tardio nas Canárias, com previsão de temperaturas máximas acima dos 34.°C nas ilhas ocidentais e mínimas de 24.°C em todo o arquipélago.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Calor na Europa provoca mais mortes do que se pensava

Preço do azeite em Espanha atinge níveis recorde e acima dos restantes países europeus

Vaga de calor preocupante em Portugal e Espanha