EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

TPI: Cerco a Gaza pode configurar um "crime"

Na Cisjordânia, há registo de cinco mortos palestinianos pelo Tsahal, este domingo
Na Cisjordânia, há registo de cinco mortos palestinianos pelo Tsahal, este domingo Direitos de autor Mohammad Zaatari/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Mohammad Zaatari/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Procurador do TPI relembra Israel que tem de respeitar leis internacionais. Hamas declara mais de oito mil mortos em Gaza.

PUBLICIDADE

Os apelos a tréguas em Gaza sucedem-se, mas os combates no terreno no norte do território são cada vez mais violentos, diz o Hamas, e os bombardeamentos israelitas intensificaram-se.

Em deslocação ao posto fronteiriço de Rafah, entre Gaza e o Egito, o procurador do Tribunal Penal Internacional, Karim Khan, declarou que o cerco que Israel está a fazer pode configurar um "crime" , nomeadamente ao impedir o acesso a ajuda.

"Tenho de dizer que Israel tem obrigações claras relativamente à guerra com o Hamas. Não apenas obrigações morais, mas obrigações legais a respeitar no âmbito das leis que regem os conflitos armados", afirmou Khan.

O Hamas declara mais de oito mil mortos, sobretudo civis, e denuncia ataques a hospitais, onde Israel garante que estão escondidas estruturas militares.

Na Cisjordânia, há registo de cinco mortos palestinianos pelo Tsahal, este domingo. A norte, na fronteira com o Líbano, há quase diariamente trocas de tiros. O Hezbollah anunciou ter abatido um drone israelita equipado com um míssil.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ataque israelita ao campo de refugiados de Nuseirat faz dezenas de mortos

Pelo menos 17 palestinianos mortos num ataque israelita a escola que servia de refúgio

Gaza: pelo menos 71 mortos e mais de 200 feridos num ataque ao campo de al-Mawasi