De Genebra até Doha em carro elétrico

De Genebra até Doha em carro elétrico
Direitos de autor euronews
De  euronews
Partilhe esta notícia
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Qatar organizou uma edição local do Salão Internacional do Automóvel de Genebra. Para assinalar o evento, duas carrinhas elétricas viajaram de Genebra até Doha.

PUBLICIDADE

A primeira edição do Salão Internacional do Automóvel teve lugar em Genebra em 1905. Na década de 1950, o evento apresentou algumas das maiores marcas do Reino Unido e dos Estados Unidos. A exposição internacional percorreu um longo caminho até chegar ao Qatar, este ano.

"O primeiro desafio foi organizar um salão descentralizado e um festival. O coração do evento está aqui, no salão automóvel, mas também estamos presentes na pista de Lusail, no deserto, e no Lusail Boulevard. A ideia foi criar uma experiência, ao mesmo tempo, estática e dinâmica", contou Sandro Mesquita, diretor do Salão Internacional do Automóvel de Genebra.

"Para nós, foi ótimo ter um parceiro global, uma marca global com experiência. A parceria com Genebra foi uma escolha muito inteligente. O evento no Qatar foi semelhante ao original, em termos de aparência, sensação e profissionalismo", afirmou Berthold Trenkel, Diretor de Operações do Turismo do Qatar.

O regresso do Grande Prémio de Fórmula 1

O Salão Internacional do Automóvel de Genebra deverá regressar a Doha, a cada dois anos, lado a lado com o Grande Prémio do Qatar de Fórmula 1, no Circuito Internacional de Lusail.

"Foi muito emocionante receber as pessoas nas nossas novas instalações. Não foi uma renovação. Trata-se de uma instalação totalmente nova. Batemos recordes. O primeiro foi a preparação das instalações para receber a corrida de F1, num tempo recorde. Tivemos uma enorme afluência. 126 mil pessoas em três dias, em comparação com 15 mil pessoas por dia em 2021. Estes números dizem-nos que os desportos motorizados estão a tornar-se num evento muito popular para o público, no Qatar", disse Amro Al-Hamad, Diretor do Circuito Internacional de Lusail.

"Temos o MotoGP, de 17 a 19 de novembro de 2023, depois o Campeonato de Karting do Médio Oriente e Norte de África, em dezembro. E depois em 2024, temos o prólogo do Campeonato do Mundo de Resistência, a primeira ronda do Campeonato e, em seguida, o MotoGP em março", acrescentou  Amro Al-Hamad.

Frank M. Rinderknecht viajou de carrinha elétrica de Genebra até Doha, atravessando a Arábia Saudita
Frank M. Rinderknecht viajou de carrinha elétrica de Genebra até Doha, atravessando a Arábia SauditaEuronews

Duas carrinhas elétricas percorrem 8 mil quilómetros até Doha

Os veículos eléctricos estão a tornar-se uma presença proeminente nos salões automóveis de todo o mundo. Prevê-se que as vendas de veículos eléctricos cresçam anualmente 16% até 2035.

No âmbito do Salão Internacional do Automóvel de Genebra, pela primeira vez, foi possível atravessar a Arábia Saudita de Oeste para Leste em carros eléctricos.

Em 34 dias, duas carrinhas elétricas percorreram doze países e 8 mil quilómetros, de Genebra até Doha. Uma viagem vista como uma experiência pioneira.

"Houve muitos desafios, muitos problemas a ultrapassar. Foi uma viagem cheia de emoções, de entusiasmo, conhecemos pessoas fantásticas, vimos paisagens extraordinárias. Foi uma viagem intensa e, de certa forma, provavelmente única na vida" contou Frank M. Rinderknecht, diretor da Rinspeed AG.

"Temos de passar das energias fósseis para as energias renováveis. A mudança ao nível do nosso pensamento já é um grande passo em direção a esse objetivo. Não se trata apenas de consumir mais um produto mas de transformá-lo numa indústria circular", concluiu o responsável.

Partilhe esta notícia

Notícias relacionadas

Dos negócios familiares, às grandes empresas do Qatar que apostam na produção nacional

Years of Culture no Qatar celebra cultura da Indonésia