EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

A dura vida de professora na Faixa de Gaza

A importância das escolas na Faixa de Gaza
A importância das escolas na Faixa de Gaza Direitos de autor AP Photo
Direitos de autor AP Photo
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Umm Osama Tabsh vive agora no sítio onde trabalhava e a turma já não está completa. A professora partilha a sua história com a euronews

PUBLICIDADE

Na Faixa de Gaza as salas de aula assumiram um papel mais importante que nunca, não só para preparar o futuro mas também para se proteger no presente. As escolas funcionam como refúgio mas não estão imunes aos bombardeamentos e já mais de 130 professores perderam a vida.

Umm Osama Tabsh teve mais sorte, em conversa com a euronews admite que ainda não acredita no que está a acontecer:

“Sinto que estou num pesadelo, que isto não é a realidade. Como é que cheguei a ter de viver numa escola, numa sala de aula, para onde eu costumava adorar vir todas as manhãs para ensinar os meus estudantes e passar aqui um bom momento?

Hoje, faz 31 dias que estou aqui dia e noite. Vivo aqui porque não só é um abrigo para pessoas deslocadas de Gaza, mas também porque perdi muitas das minhas alunas. Estava a ensina-las, mas elas foram mortas pelos ataques israelitas."

O território contava com mais de 625 mil estudantes, a grande maioria não tem agora acesso a qualquer tipo de ensino.

Entre os bombardeamentos, as crianças fazem os possíveis para continuar a sê-lo. Uma tarefa não é fácil, numa guerra que já matou mais de 4500 crianças de acordo com os números avançados pelo Hamas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tropas israelitas anunciam que operação de dois dias na Cisjordânia ocupada foi “concluída”

Forças israelitas terminam operações no norte de Gaza

Forças israelitas matam pelo menos seis palestinianos na Cisjordânia e em Gaza