Governo francês apoia recuperação de vestuário e calçado

Governo francês lança "bónus de reparação"
Governo francês lança "bónus de reparação" Direitos de autor AP/AP
De  Euronews com AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Os consumidores têm descontos se deixarem as suas roupas e sapatos num dos 600 pontos aprovados em todo o país.

PUBLICIDADE

O governo francês lançou esta terça-feira o "bónus de reparação" para o vestuário e o calçado. À semelhança do que já acontece com os eletrodomésticos, permite aos consumidores beneficiar de descontos quando as reparações são efetuadas por profissionais autorizados.

O regime é "bom para o ambiente, mas também para o poder de compra", sublinhou o Ministro francês da Transição Ecológica, Christophe Béchu, num vídeo sobre a iniciativa.

A roupa de casa e a lingerie não são elegíveis para este bónus, disse à AFP Elsa Chassagnette, da Refashion, a organização ecológica que está a pilotar o Fundo de Reparação e que foi incumbida pelo governo de ajudar a indústria a avançar para uma economia mais circular.

Em termos práticos, os consumidores poderão deixar as suas roupas e sapatos num dos 600 pontos de reparação aprovados em todo o país.

O desconto será automaticamente aplicado ao preço da reparação - por exemplo, 7 euros para um furo ou rasgão numa peça de vestuário, ou 25 euros para um calçado de couro.

De acordo com o comunicado de imprensa, os bónus podem ser acumulados no mesmo produto a reparar, até um máximo de 60% do preço da reparação, e cada consumidor poderá trazer tantas peças quantas desejar.

O Fundo de Reparação tem disponíveis 154 milhões de euros para o período 2023-2028, e é financiado exclusivamente por fundos privados.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Urso pardo abatido em Itália depois de perseguir casal gera protestos por parte de ativistas

Como será o futuro do Pacto Ecológico Europeu?

Algas cultivadas em laboratório salvam espécies no Mar Negro