OpenAI demite diretor executivo, Sam Altman

Sam Altman, diretor executivo da OpenAI, que lançou o ChatGPT
Sam Altman, diretor executivo da OpenAI, que lançou o ChatGPT Direitos de autor Eric Risberg/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A OpenAI diz que perdeu a confiança no diretor executivo, mas ainda não explicou porquê.

PUBLICIDADE

Sam Altman, diretor executivo e cofundador da OpenAI, empresa que criou o ChatGPT, foi demitido do cargo.

Um dia depois de ter proferido um discurso na cimeira da APEC, o conselho de administração da empresa decidiu demiti-lo alegando que "não era consistentemente sincero nas suas comunicações com o conselho, dificultando a sua capacidade de exercer as suas responsabilidades".

Em suma, a OpenAi perdeu a confiança em Altman, mas não deu explicações.

Sam Altman, por seu lado, numa mensagem no X, antigo twitter, promete esclarecimentos mais tarde.

Alguns internautas escreveram nas redes sociais que Altman terá escrito na sua biografia que será candidato às primárias democratas para a eleição presidencial de 2024, nos Estados Unidos.

A diretora de tecnologia, Mira Murati, foi nomeada CEO interina.

O chatbot ChatGPT foi lançado pela OpenAI há quase um ano e rapidamente se tornou viral, atraindo a atenção do mais alto nível para as habilidades e o futuro da IA e da humanidade.

Na sequência da demissão, caíu também o presidente do conselho. Greg Brockman deixará o cargo de presidente do conselho, mas manterá o outro cargo como presidente da OpenAI, de acordo com o comunicado.

Brockman anunciou a sua saída nas redes sociais na sexta-feira escrevendo: “Com base nas notícias de hoje, desisti”.

Sam Altman foi chamado o pai do ChatGPT e o “Oppenheimer da nossa era”. No início deste ano, viajou por 22 países, onde se encontrou com líderes mundiais, incluindo Rishi Sunak, Emmanuel Macron e Narendra Modi, entre outros.

Apenas um dia antes da sua demissão, argumentou na conferência de Cooperação Económica Ásia-Pacífico, em São Francisco, que a IA será “o maior salto em frente de qualquer uma das grandes revoluções tecnológicas que tivemos até agora”, tendo reconhecido a importância de regras de proteção.

As ações da Microsoft, um importante parceiro de negócios da OpenAI que anunciou este ano que planejava investir bilhões na empresa, caíram ainda mais na sexta-feira, após a notícia da saída de Altman. A Microsoft disse que a mudança não afetará o seu relacionamento com a OpenAI.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Responsável pela criação do ChatGPT readmitido pela startup OpenAI

O melhor do ChatGPT: Cinco sugestões úteis para facilitar a sua vida

ChatGPT: "prodígio" da Inteligência artificial revoluciona mas tem defeitos