Ucrânia e Estados Unidos preparam conferência da indústria militar em Washington

Soldados no terreno de guerra, na Ucrânia
Soldados no terreno de guerra, na Ucrânia Direitos de autor ANATOLII STEPANOV/AFP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Kiev debate-se com falta de equipamento, sobretudo munições, desde o início da guerra entre Israel e o Hamas e está à procura de parcerias com produtores de armas.

PUBLICIDADE

A Ucrânia e os EUA vão realizar uma conferência da indústria militar em Washington, nos dias 6 e 7 de dezembro, disseram autoridades de ambos os países. 

O encontro deverá ser “parte dos esforços dos EUA para aumentar significativamente a produção de armas para apoiar a luta da Ucrânia pela liberdade e segurança” e deverá contar com a participação dos principais intervenientes da indústria de defesa.

Kiev está à procura de parcerias com produtores de armas estrangeiros para alargar as suas próprias capacidades industriais de defesa, num contexto de falta de equipamento e, acima de tudo, de munições.

A comunicação social tem vindo a relatar que o fornecimento de obuses de artilharia da Ucrânia tem diminuído significativamente desde o início da guerra de Gaza, uma vez que as reservas dos EUA de obuses de 155 mm são agora desviadas para Israel. 

No terreno, os dois pontos quentes da guerra na Ucrânia são a batalha por Avdiivka, na região de Donetsk, e as recentemente anunciadas operações ucranianas na margem esquerda (ocupada pela Rússia) do rio Dnipro, na região de Kherson. 

Ambos os lados afirmam infligir pesadas perdas ao outro nas duas frentes de batalha. O lado ucraniano classifica as perdas russas em torno de Avdiivka como "catastróficas", já que o exército russo paga um preço enorme para cercar a cidade. 

Moscovo, por sua vez, afirma que os ucranianos perderam "mais de 460 militares, entre mortos e feridos -, dois tanques e 17 veículos" durante as tentativas de cruzar o Dnipro e de ganhar posição nas ilhas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Avanços da Ucrânia e Rússia ao longo do rio Dnipro

UE poderá falhar promessa de entregar um milhão de munições à Ucrânia

Soldados ucranianos aprendem novas táticas e a usar armas modernas na UE