EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Morreu Rosalynn Carter

ARQUIVO (2010) Rosalynn Carter, à esquerda, e o marido, o antigo presidente dos EUA Jimmy Carter
ARQUIVO (2010) Rosalynn Carter, à esquerda, e o marido, o antigo presidente dos EUA Jimmy Carter Direitos de autor John Amis/AP
Direitos de autor John Amis/AP
De  Teresa Bizarro com AP
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A antiga primeira dama dos EUA tinha 96 anos

PUBLICIDADE

Rosalynn Carter, a mulher do antigo presidente dos Estados Unidos, Jimmy Carter, morreu este domingo. Depois de um diagnóstico de demência em maio, a sua saúde agravou-se na sexta-feira.

Foi primeira-dama durante o único mandato do marido na Casa Branca e a sua conselheira mais próxima, entre 1977 e 1981. É-lhe atribuída a "profissionalização" do papel de primeira-dama. Os dois prosseguiram um reconhecido trabalho hmanitário sobretudo através do Centro Carter, que criaram.

A fundação informou que Rosalynn "morreu pacificamente, com a família ao seu lado" às 14h10 de domingo na casa de campo da família na Geórgia.

"Rosalynn foi minha parceira em pé de igualdade em tudo o que realizei", disse o ex-presidente no comunicado. "Ela deu-me orientações sábias e encorajamento quando precisei. Enquanto Rosalynn estivesse no mundo, eu sabia sempre que alguém me amava e apoiava".

O atual presidente dos Estados Unidos considerou os Carter como "uma família incrível" que trouxe "muita dignidade" ao gabinete presidencial.

A Casa Branca divulgou uma declaração conjunta de Joe Biden e da primeira-dama Jill Biden dizendo que Rosalynn Carter inspirou a nação. "Foi uma defensora da igualdade de direitos e oportunidades para as mulheres e raparigas; uma defensora da saúde mental e do bem-estar para todas as pessoas; e uma apoiante dos prestadores de cuidados, muitas vezes invisíveis e não remunerados, dos nossos filhos, entes queridos idosos e pessoas com deficiência", lê-se no comunicado.

Rosalynn, a "copresidente"

Os Carter estiveram casados durante mais de 77 anos, forjando o que ambos descrevem como uma "parceria plena". Ao contrário das anteriores primeiras-damas, Rosalynn participou em reuniões do executivo, pronunciou-se sobre questões controversas e representou o marido em viagens ao estrangeiro. Os assessores de Jimmy Carter referiam-se-lhe por vezes como "copresidente".

"Rosalynn é a minha melhor amiga (...) a extensão perfeita de mim, provavelmente a pessoa mais influente da minha vida", disse Jimmy Carter.

Jimmy Carter, com 99 anos, é o mais velho Presidente dos Estados Unidos, mas está limitado por várias doenças para as quais recusou receber tratamentos hospitalares. Encontra-se desde fevereiro em casa a receber cuidados paliativos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Robert de Niro chama "palhaço" a Donald Trump à porta do tribunal

Mike Pence: "A maioria dos norte-americanos acredita no nosso papel de líderes do mundo livre"

Pentágono já não tem dinheiro para ajudar a Ucrânia