Finlândia fecha fronteira com Rússia devido a vaga de migrantes

Posto fronteiriço de Raja-Jooseppi, entre a Finlândia e a Rússia
Posto fronteiriço de Raja-Jooseppi, entre a Finlândia e a Rússia Direitos de autor Emmi Korhonen/Lehtikuva
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Finlândia encerrou todos os postos fronteiriços com a Rússia, à exceção do de Raja-Jooseppi. A medida surge como resposta à vaga de centenas de migrantes alegadamente enviados por Moscovo para pressionar o novo membro da NATO.

PUBLICIDADE

A Finlândia diz estar preparada para encerrar todos os postos fronteiriços com a Rússia. Helsínquia acusa Moscovo de, nas últimas semanas, ter enviado mais de 800 migrantes em situação irregular para atravessar a fronteira. Atualmente apenas o posto de Raja-Jooseppi se encontra aberto.

A vaga migratória fora do normal é encarada pela Finlândia como retaliação do Kremlin pela sua recente adesão à NATO.

Do outro lado do Golfo da Finlândia, também a Estónia acusa a Rússia de manipular requerentes de asilo. Em resposta, começou a preparar o encerramento da fronteira de Navra, a cerca de 200 quilómetros a oeste de São Petersburgo. No local, foram já colocados blocos de cimento, de forma a obstruir a passagem.

Mais a sul, também a Letónia diz ter recebido migrantes enviados pela Rússia. A norte, apesar da aparente tranquilidade na fronteira, a Noruega, diz estar pronta a responder, caso a situação mude.

Moscovo nega todas as acusações.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Começou a votação antecipada nas presidenciais finlandesas

Finlândia fecha último posto de fronteira com a Rússia

Polónia quer acelerar reforço da segurança na fronteira com a Bielorrússia