Teatro: Putin "julgado" na Bulgária

Peça de teatro "Haia", em cena na Bulgária
Peça de teatro "Haia", em cena na Bulgária Direitos de autor NIKOLAY DOYCHINOV/AFP or licensors
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Putin "julgado" na Bulgária. Peça de teatro retrata hipotético julgamento de responsáveis russos, pela guerra na Ucrânia

PUBLICIDADE

A dramaturga ucraniana Sasha Denisova decidiu sentar o presidente russo no banco dos réus e foi esse o ponto de partida para "Haia", uma sátira, em cena na Bulgária. 

Um jovem órfão, nascido em Mariupol, é a génese desta história. Ele imagina o julgamento de altos dirigentes russos, pela guerra na Ucrânia, no Tribunal Internacional de Justiça. O resultado é surpreendente e inesperado: o papel de Vladimir Putin é interpretado por Radena Valkanova, uma atriz. 

Surpreendente também é o facto de o guião da peça, encenada por Galin Stoev, não estar fechado, porque a guerra continua. E há mesmo personagens, como o líder do grupo Wagner, que ganharam destaque. Yulian Vergov, ator que interpreta Yevgeny Prigozhin, explicava que quando aconteceu a "marcha sobre Moscovo", o golpe falhado do Grupo Wagner, sentiu que era preciso relatar esse momento da história. Então, decidiram Introduzir "algumas falas novas", depois de falar com Sasha Denisova.

"Haia" estreou na Polónia e recebeu aplausos nos EUA e em França. Na Bulgária, um país historicamente próximo da Rússia, está a criar alguma polémica. Ainda assim, a atriz que interpreta Putin dizia que "a peça foi recebida da forma que esperávamos - com opiniões muito polarizadas - mas é esse o objetivo deste tipo de teatro, penso eu".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Abramovich financiou Putin através de offshore em Chipre, denuncia investigação

Putin lidera treino de "ataque nuclear maciço"

Putin perdeu a guerra, diz embaixador dos EUA para UE