Bloqueio lança o caos na fronteira Polónia-Ucrânia

Fila chegou, esta terça-feira, aos 2700 camiões.
Fila chegou, esta terça-feira, aos 2700 camiões. Direitos de autor WOJTEK RADWANSKI/AFP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Peritos ucranianos denunciam alegadas ligações pró-russas dos organizadores.

PUBLICIDADE

Um bloqueio, por parte de camionistas polacos, de um dos postos fronteiriços mais importantes entre a Polónia e a Ucrânia está a causar grandes perdas e a provocar filas intermináveis nesta passagem, sendo que se acumulam já cerca de 2700 camiões, com os condutores a enfrentarem a fome e o frio. Dois camionistas ucranianos já morreram nas filas.

Igor, camionista ucraniano, diz: "A situação é muito difícil. Aquilo que demorava dez a quinze horas demora agora uma semana inteira. É desumano".

O bloqueio está também a comprometer o esforço de guerra da Ucrânia com a Rússia e a atrasar a chegada de ajuda humanitária.

Os camionistas polacos decidiram começar este bloqueio porque veem nos colegas ucranianos uma ameaça ao seu negócio e sentem que a União Europeia os está a deixar para trás.

No entanto, alguns peritos ucranianos avançam uma explicação que não é meramente económica e dizem que os organizadores do bloqueio têm ligações pró-russas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Serão ouvidos". Agricultores polacos fizeram maior manifestação de sempre em Varsóvia

Milhares de agricultores polacos protestam no centro de Varsóvia

Polónia prolonga direito de residência a refugiados ucranianos