Hamas anuncia morte de família de reféns, incluindo bebé de 10 meses

Família Bibas tornou-se num símbolo da violência de 7 de outubro
Família Bibas tornou-se num símbolo da violência de 7 de outubro Direitos de autor Ariel Schalit/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A família Bibas terá morrido num bombardeamento israelita da Faixa de Gaza. Exército de Israel tenta verificar a informação.

PUBLICIDADE

O exército israelita está a verificar o anúncio feito pelo Hamas da morte de uma família de reféns na Faixa de Gaza: um bebé de dez meses, a mãe e o irmão de quatro anos. As Brigadas Ezzedine al-Qassam, braço armado do Hamas, anunciaram num comunicado a morte de Shiri, Ariel e Kfir Bibas, "mortos num bombardeamento da Faixa de Gaza" pelas forças israelitas. Kfir, de apenas 10 meses, é o mais jovem prisioneiro detido pelo Hamas na Faixa de Gaza,

Membros armados do Hamas raptaram a família do kibbutz de Nir Oz, perto da fronteira com Gaza, a 7 de outubro.

A morte de uma refém, Hanna Katzir, de 76 anos, já tinha sido anunciada pela Jihad Islâmica, mas a mulher acabou por ser libertada a 24 de novembro, primeiro dia da trégua nos combates.

As imagens do rapto da família Bibas tornaram-se um dos símbolos do dia mais violento de que há memória em Israel.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Forças israelitas matam por engano três reféns na Faixa de Gaza

Hamas liberta 12 reféns, Israel anuncia libertação de 30 prisioneiros palestinianos

Mais onze reféns do Hamas libertados na noite de segunda para terça-feira