COP28 começou esta quinta-feira no Dubai

Jane Witherspoon
Jane Witherspoon Direitos de autor Euronews
De  Jane Witherspoon
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Até o dia 12 de dezembro, cerca de 70 mil pessoas participam na Conferência do Clima da Organização das Nações Unidas.

PUBLICIDADE

A Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP 28) abriu com um apelo para acelerar a ação coletiva sobre o clima. 

A conferência tem lugar naquele que é considerado o ano mais quente de que há registo, e o evento marca também a conclusão do Balanço Global, a primeira avaliação dos progressos globais na aplicação do Acordo de Paris de 2015.

"Penso que é muito importante compreender que só através de uma abordagem consolidada, de uma boa parceria e através de Soluções Verdes, Fundos Verdes e Políticas Verdes é que podemos avançar e introduzir uma mudança. E esta mudança tem de ser imediata", disse à Euronews Ahmad Al Muhairbi, Secretário-Geral do Conselho Supremo de Energia do Dubai.

Sultan Al-Jaber, Presidente indigitado da Cimeira da OMC, respondeu ontem à noite às acusações de que iria utilizar a cimeira para fazer acordos sobre petróleo e gás. Afirmou que estas alegações são "falsas, não verdadeiras, incorretas e não precisas". 

Mais de 165 chefes de estado e 70.000 delegados vão participar na Cop 28 durante as próximas duas semanas para discutir as alterações climáticas, o aquecimento global e tentar implementar políticas sustentáveis para o futuro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Renas podem ajudar a combater as alterações climáticas nas regiões polares

Luís Montenegro atingido com tinta verde por ativistas do clima

Poluição dos oceanos em debate na Conferência Ministerial da Organização Mundial do Comércio