Vldimir Putin foi a Sevmash inaugurar novos submarinos nucleares

Putin inaugurou dois novos submarinos nucleares
Putin inaugurou dois novos submarinos nucleares Direitos de autor MIKHAIL KLIMENTYEV/AFP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O presidente russo, Vladimir Putin, deslocou-se na segunda-feira aos estaleiros navais Sevmash, em Severodvinsk, para assistir à entrada em funcionamento de novos submarinos nucleares.

PUBLICIDADE

A visita visa demonstrar o poderio nuclear do país em plena guerra na Ucrânia.

A deslocação de Putin à região noroeste de Archangelsk ocorre três dias depois de ter declarado a sua intenção de se candidatar a um novo mandato de seis anos.

Sevmash é o único estaleiro naval da Rússia que constrói submarinos nucleares.

Putin supervisionou o hastear da bandeira da marinha no recém-construído Imperador Alexandre III e nos submarinos nucleares de Krasnoyarsk.

Putin afirmou que a Rússia irá aumentar a sua força naval nas "áreas estratégicas mais importantes do oceano mundial".

"Iremos definitivamente implementar todos os nossos planos para a construção de submarinos e navios de superfície. Reforçaremos quantitativamente a prontidão de combate da Marinha russa e o nosso poder naval no Ártico, no Extremo Oriente, no Mar Negro, no Mar Báltico e no Mar Cáspio - as áreas estratégicas mais importantes do oceano mundial", afirmou Putin.

Putin afirmou que os dois navios de propulsão nuclear entrarão em breve em serviço no Pacífico.

O Imperador Alexandre III é o sétimo submarino de propulsão atómica da classe Borei a entrar em serviço. Cada um deles está armado com 16 mísseis balísticos intercontinentais Bulava de ponta nuclear.

Os submarinos da classe Borei têm um nível de ruído visivelmente mais baixo, o que os torna mais difíceis de detetar pelo inimigo, e uma operação mais simples.

Putin anunciou que estão a ser construídos mais três submarinos deste tipo. Fazem parte da tríade nuclear russa, que inclui também mísseis nucleares terrestres e bombardeiros estratégicos com armas nucleares.

O Krasnoyarsk é um submarino de propulsão nuclear do novo tipo Yasen. Está armado com mísseis de cruzeiro e torpedos e foi concebido para caçar submarinos inimigos e também é capaz de atacar alvos terrestres. Putin afirmou que estão a ser construídos mais cinco submarinos da classe Yasen.

Vladimir Putin aprovou recentemente o orçamento para 2024, com uma percentagem recorde destinada às forças armadas. No próximo ano, as estruturas de defesa e segurança representarão cerca de 40% das despesas totais.

Não foram fornecidos pormenores sobre os custos de cada um dos novos submarinos nucleares que estão a ser lançados.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Putin assinou saída do tratado que proíbe testes nucleares

Putin lidera treino de "ataque nuclear maciço"

Mãe de Navalny já viu o corpo do filho e diz estar a ser pressionada para aceitar funeral "secreto"