EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Volodymyr Zelenskyy tenta convencer o congresso norte-americano a manter a ajuda à Ucrânia

Cratera de um dos mísseis russos na Ucrânia
Cratera de um dos mísseis russos na Ucrânia Direitos de autor ROMAN PILIPEY/AFP or licensors
Direitos de autor ROMAN PILIPEY/AFP or licensors
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Na terça-feira, Zelenskyy deverá deslocar-se ao Capitólio e encontrar-se com Biden na Casa Branca.

PUBLICIDADE

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskyy, dirigiu-se aos oficiais militares norte-americanos na Universidade de Defesa Nacional, esta segunda-feira, num esforço de última hora para convencer o Congresso a disponibilizar mais dinheiro para armas antes que o financiamento se esgote.

O Secretário da Defesa, Lloyd J. Austin III, afirmou que a Ucrânia é profundamente importante para a segurança americana. "Estamos determinados a dissuadir a agressão russa; a América estará mais segura se enfrentarmos a Rússia cada vez mais agressiva."

"O verdadeiro alvo de Putin é a liberdade de que as pessoas gozam", afirmou Zelenskyy no seu discurso - "Qualquer atraso na ajuda à Ucrânia é um sonho tornado realidade para Putin", acrescentou.

Qualquer atraso na ajuda à Ucrânia é um sonho tornado realidade para Putin
Volodymyr Zelenskyy
Presidente da Ucrânia

Na terça-feira, Zelenskyy deverá deslocar-se ao Capitólio e encontrar-se com Biden na Casa Branca.

Na segunda-feira, a Rússia prosseguiu os seus ataques aéreos na Ucrânia. Na região de Kherson, uma pessoa foi morta e duas ficaram feridas.

O exército ucraniano informou que, durante o dia, se registaram 73 confrontos militares. As tropas russas lançaram dez ataques com mísseis e efetuaram 46 ataques com sistemas de foguetes de lançamento múltiplo contra posições das forças armadas ucranianas e zonas povoadas da Ucrânia.

A Rússia lançou oito mísseis balísticos contra Kiev durante a noite. A força aérea ucraniana afirmou que as defesas aéreas abateram todos os oito mísseis. Quatro pessoas receberam tratamento médico depois de os destroços de um dos mísseis abatidos terem caído na parte oriental da cidade.

As autoridades eleitorais russas afirmaram na segunda-feira que a votação para as eleições presidenciais do próximo ano será realizada em quatro regiões ucranianas parcialmente ocupadas, que Moscovo anexou ilegalmente em 2022, na sequência da sua invasão.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

EUA anunciam último pacote de ajuda militar disponível para a Ucrânia

Deputado ucraniano detonou granadas em assembleia municipal

Presidente ucraniano em ronda diplomática pelo apoio dos aliados