Israel mantém pressão apesar de apelos ao cessar-fogo

Apelos ao cessar-fogo subiram de tom após morte de três reféns
Apelos ao cessar-fogo subiram de tom após morte de três reféns Direitos de autor Ohad Zwigenberg/AP
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os pedidos de uma nova trégua são agora mais fortes e vêm também dos chefes da diplomacia de França, Reino Unido e Alemanha.

PUBLICIDADE

O exército de Israel diz ter descoberto o maior túnel até agora encontrado feito pelo Hamas. O túnel, com quatro quilómetros, pode ser alcançado a pé a partir da passagem de Erez, no norte da Faixa de Gaza, e fica perto de uma base militar israelita.

Israel mantém a guerra contra o Hamas em Gaza e já disse que só para quando o território estiver completamente desmilitarizado. Isto apesar dos cada vez maiores apelos a um novo cessar-fogo.

Esses apelos fazem-se ouvir mais em Israel e subiram de tom depois da morte de três reféns israelitas às mãos do Tsahal, em Gaza. A revolta na opinião pública é ainda maior tendo em conta que os três jovens estavam sem camisa e agitavam uma bandeira branca quando foram mortos a tiro pelas tropas de Israel.

França repetiu o apelo a um cessar-fogo, depois de um funcionário diplomático francês ter morrido num bombardeamento israelita. A ministra francesa dos Negócios Estrangeiros, Catherine Colonna, esteve em Israel e nos territórios palestinianos este domingo. Encontrou-se com o primeiro-ministro da Autoridade Palestiniana e com o chefe da diplomacia de Israel e pediu uma trégua imediata que permita a libertação de mais reféns.

O apelo foi feito também pelos chefes da diplomacia do Reino Unido e da Alemanha, David Cameron e Annalena Baerbock, num artigo conjunto no jornal Sunday Times. No artigo, dizem que "Israel não pode ganhar esta guerra se as operações destruírem a perspetiva de uma coexistência pacífica com os palestinianos".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Resolução que apela a um cessar-fogo em Gaza votada esta quarta-feira

EUA garantem continuação do apoio a Israel apesar das mortes de civis

Forças israelitas matam por engano três reféns na Faixa de Gaza