Ucrânia ataca território russo e faz pelo menos 14 mortos

Este é o ataque mais mortífero realizado pela Ucrânia em território russo
Este é o ataque mais mortífero realizado pela Ucrânia em território russo Direitos de autor Фото МЧС России через AP
De  Ricardo Figueira com EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Os tiros de artilharia visaram a cidade de Belgorod e são uma represália pelo ataque russo de sexta-feira.

PUBLICIDADE

Pelo menos 14 pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas naquele que é, até agora, o ataque mais mortífero perpetrado pelas forças ucranianas contra território russo. Segundo o comunicado das autoridades russas, entre os mortos há duas crianças.

Os tiros da artilharia ucraniana atingiram vários edifícios da cidade de Belgorod, capital da província russa homónima, que partilha 552 quilómetros de fronteira com a Ucrânia. Entre as infraestruturas visadas estão a sede do governo regional e uma universidade.

O governo russo enviou de imediato uma delegação do ministério da Saúde, encabeçada pelo titular da pasta, para avaliar a situação.

Na sequência deste ataque, o Kremlin pediu já uma reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU.

Num comunicado, o ministério russo da Defesa diz: "Este crime não ficará impune. O regime de Kiev, ao cometer este crime, está a tentar desviar a atenção da derrota na frente e também a provocar-nos a cometer atos semelhantes".

A Ucrânia diz que visou unicamente objetivos militares e que esta foi uma represália pelo ataque maciço de sexta-feira de madrugada, em que a Rússia enviou mais de 160 mísseis e drones para vários pontos da Ucrânia, fazendo pelo menos 39 mortos e 160 feridos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rússia lança "número recorde de drones" contra a Ucrânia na noite de Ano Novo

Pelo menos 30 mortos num dos maiores ataques russos à Ucrânia desde o início da guerra

Avdiivka, cidade fantasma na região de Donetsk