EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Navalny aparece pela primeira vez em vídeo a partir da prisão no Ártico

Manifestação pela libertação de presos políticos na Rússia
Manifestação pela libertação de presos políticos na Rússia Direitos de autor Paul Zinken/(c) Copyright 2023, dpa (www.dpa.de). Alle Rechte vorbehalten
Direitos de autor Paul Zinken/(c) Copyright 2023, dpa (www.dpa.de). Alle Rechte vorbehalten
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Opositor de Putin participou em audiência no tribunal a partir da prisão no Círculo Polar Ártico para onde foi transferido em dezembro

PUBLICIDADE

Alexei Navalny apareceu pela primeira vez em vídeo desde que foi transferido para uma prisão de alta segurança no Círculo Polar Ártico, em dezembro do ano passado.

As imagens foram captadas quando o opositor de Putin falou, por vídeoconferência, numa audiência num tribunal russo na região de Vladimir. A sessão tinha sido marcada para Navalny ser ouvido no processo que moveu a propósito das condições em que se encontra detido.

O opositor de Putin pareceu estar bem disposto e até brincou com alguns jornalistas que se encontravam no tribunal. 

Na terça-feira, revelou nas redes sociais que passou sete dias na solitária por não se ter apresentado de acordo com o definido, não ter respondido ao "trabalho pedagógico" nem ter retirado as "conclusões adequadas". E deu alguns pormenores sobre a rotina na prisão, explicando que faz um passeio diário pelas 06:30, com temperaturas negativas.

Os colaboradores de Navalny acreditam que a transferência para uma prisão numa zona remota do Ártico, reservada a condenados a prisão perpétua ou considerados perigosos, está relacionada com a aproximação das eleições presidenciais russas, previstas para março de 2024, e nas quais Vladimir Putin se recandidata à presidência.

Navalny, de 47 anos, é considerado o inimigo número um de Putin. Foi detido em 2021 - após regressar à Rússia depois de ter recebido tratamento na Alemanha para um envenenamento - e condenado a uma pena de 19 anos de prisão por "extremismo".

A colónia penal para onde foi transportado, na localidade de Kharp, no Círculo Polar Ártico, é conhecida como "Lobo Polar" por ser uma das mais remotas, perto da cordilheira dos Urais e numa zona de gelos perpétuos.

Kharp, uma pequena cidade com uma população de cerca de 5.000 habitantes, situa-se em Yamalo-Nenetsia, uma região remota do norte da Rússia, a norte do Círculo Polar Ártico, e alberga várias colónias penitenciárias.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Navalny foi localizado numa colónia penal no Ártico

Onde está Navalny? Paradeiro do líder da oposição russa é desconhecido há 15 dias

Tribunal russo ordena prisão da viúva de Alexei Navalny