"Greenwashing" proibido pelo Parlamento Europeu

"Greenwashing" proibido pelo Parlamento Europeu
Direitos de autor Dita Alangkara/Copyright 2021 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Prática consiste em promover um produto como "amigo do ambiente", quando isso não é necessariamente verdade.

PUBLICIDADE

O "greenwashing", prática que consiste em fazer passar um produto por amigo do ambiente quando não o é necessariamente, passa a ser proibido na União Europeia, segundo a diretiva adotada agora pela esmagadora maioria dos deputados do Parlamento Europeu, com 593 votos a favor, 21 contra e 14 abstenções.

A diretiva proíbe que um produto seja promovido como "amigo do ambiente", "ecológico", "natural", "biodegradável" ou "neutro em termos climáticos", se essas características não puderem ser provadas. O uso de etiquetas de sustentabilidade passa também a ser regulado. Ficam igualmente proibidas as menções de que determinado produto é "neutro" ou "positivo" em termos de emissões de carbono, quando isso se baseia em esquemas de compensação de emissões.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Centro pode travar extrema-direita no Parlamento Europeu, diz Metsola

Extrema-direita poderá subir a segunda força no Parlamento Europeu

Corrida legislativa para fechar 140 dossiês até junho no Parlamento Europeu