Tenista italiano Jannik Sinner vence Open da Austrália depois de derrotar o russo Daniil Medvedev

Jannik Sinner, da Itália, vence o campeonato masculino do Open da Austrália, em Melbourne, a 28 de janeiro de 2024
Jannik Sinner, da Itália, vence o campeonato masculino do Open da Austrália, em Melbourne, a 28 de janeiro de 2024 Direitos de autor Associated Press
De  Euronews com Associated Press
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied
Artigo publicado originalmente em inglês

O italiano de 22 anos só tinha perdido um set no torneio antes de enfrentar Daniil Medvedev na final. É a primeira vez que um tenista italiano vence o Open da Austrália.

PUBLICIDADE

O número um do ténis em Itália, Jannik Skinner, foi coroado campeão masculino do Open da Austrália deste ano, depois de derrotar o russo Daniil Medvedev em cinco sets, 3-6, 3-6, 6-4, 6-4 e 6-3.

Esta é a primeira vitória num Grand Slam para o italiano de 22 anos. Sinner apenas perdeu um set durante todo o torneiro.

"Graças à minha família, gostaria que todos tivessem os pais que eu tive. Eles nunca me colocaram sob pressão e sempre me deram uma escolha", disse Sinner na cerimónia de entrega do título.

No seu percurso impressionante até à final de domingo, o tenista italiano venceu Novak Djokovic na semifinal, pondo fim a uma série de 33 vitórias consecutivas do croata, 10 vezes campeão do Open da Austrália, em Melbourne Park, com uma vitória em quatro sets na meia-final.

Djokovic nunca tinha perdido na Austrália depois de chegar aos quatro finalistas.

Itália em Grand Slams: de Pietrangeli e Panatta a Sinner, 48 anos depois

Jannik Skinner é o terceiro italiano a ganhar um título de Slam em singles masculinos, depois de Nicola Pietrangeli e Adriano Panatta no Open de França, em Roland Garros, este último em 1976. As únicas alegrias desse hiato de vitórias italianas masculinas vieram do ténis feminino com Flavia Pennetta (Us Open, 2015) e Francesca Schiavone (Roland Garros, 2010).

Foram muitas as reações de entusiasmo pela vitória de Sinner desde a política italiana ao mundo do desporto. 

"Jannik Sinner escreve hoje uma nova página da história que nos deixa orgulhosos. Pela primeira vez, a Itália vence o Slam australiano. Um feito memorável digno de um verdadeiro campeão", escreveu a primeira-ministra Giorgia Meloni na sua página do Facebook.

"A partir de hoje, mais do que nunca, no Panteão dos Mitos do ténis italiano e mundial. Um jogador estratósferico é o rei dos #AusOpen depois de uma maratona de esperança, sofrimento e emoção", escreveu na rede social X - antigo Twitter -  o presidente do Comité Olímpico Italiano, Giovanni Malagò.

Este é o décimo primeiro triunfo da carreira de Sinner, o que o torna o tenista de maior sucesso na história do ténis italiano.

Aos 22 anos, Sinner arrecadou quase dois milhões de euros com este título a juntar à vitória da Taça Davis, em novembro com a seleção de Itália.

O futuro de Jannik é agora uma herança para todos os italianos, fãs de ténis ou não.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Patinadora russa Kamila Valieva suspensa quatro anos por doping

Entrevista a Simona Halep: "Foi o pior ano da minha minha vida desportiva"

Rafael Nadal desiste do Open da Austrália devido a nova lesão