EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Extrema-direita alemã derrotada em eleições locais na Turíngia

Extrema-direita perde eleições em distrito da Turíngia
Extrema-direita perde eleições em distrito da Turíngia Direitos de autor DEZDF
Direitos de autor DEZDF
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Candidato da extrema-direita era o favorito, mas foi derrotado nas primeiras eleições desde que foi revelado o plano do partido Alternativa para a Alemanha (AfD) para deportar migrantes.

PUBLICIDADE

O candidato do partido de extrema-direita Alternativa para a Alemanha (AfD) perdeu no domingo as eleições locais no distrito de Saale-Orla, na região da Turíngia, as primeiras desde que foi revelado um plano da extrema-direita para a deportação de migrantes.

Na segunda volta desta eleição local, o candidato da AfD, Uwe Thrume, que era o favorito, obteve 47,6% dos votos, enquanto o rival democrata-cristão Christian Herrgott, da CDU, ganhou com 52,4%.

O resultado do ato eleitoral é visto como um barómetro da popularidade da AfD, que tem grande aceitação na Turíngia, bem como nas regiões da Saxónia e Brandemburgo.

Há cerca de um mês, as sondagens davam o candidato da extrema-direita como vencedor, mas Thrume veio a descer nas intenções de voto após a divulgação, na imprensa, do referido plano que estaria a ser desenhado pelos membros da AfD para a expulsão em massa de estrangeiros e dos chamados "cidadãos não assimilados".

Nas últimas semanas, várias cidades alemãs têm sido palco de manifestações contra a extrema-direita. Um dos primeiros protestos contou mesmo com a presença do chanceler alemão Olaf Scholz e outros membros do seu governo de coligação.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Governo alemão aperta o cerco à extrema-direita

Membros da AfD e da CDU terão encontrado neonazis em reunião secreta

Espanha: Sánchez quer que a comunidade internacional "exerça mais pressão" sobre Israel