Roma critica condições de detenção de italiana na Hungria

Ilaria Salis
Ilaria Salis Direitos de autor RTL Hungary via AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As imagens de Ilaria Sallis, no tribunal, algemada e com uma corrente presa por um guarda prisional chocaram Itália.

PUBLICIDADE

As condições da detenção de uma cidadã italiana na Hungria deram origem a protestos por parte do governo de Roma. Ilaria Salis uma professora e militante antifascista de 39 anos, está detida há um ano numa numa prisão de segurança máxima. É acusada de agredir pessoas durante a manifestação do "Dia de Honra" em Budapeste.

O Dia de Honra é celebrado todos os anos a 11 de fevereiro por ativistas de extrema-direita, assinalando uma tentativa falhada dos soldados húngaros nazis e aliados fugirem de Budapeste durante o cerco da cidade pelo Exército Vermelho em 1945.

As imagens de Ilaria, esta terça-feira, no tribunal, algemada e com uma corrente presa por um guarda prisional chocaram Itália, que fala em violação das as normas da UE e já convocou o embaixador da Hungria.

Para o pai de Ilaria, as condições de detenção da jovem seriam consideradas "tortura" em Itália. "Não podemos compreender que haja tanta disparidade em termos de legislação entre os países que fazem parte da comunidade europeia", acrescentou.

O Ministro dos Negócios Estrangeiros italiano, Antonio Tajan, apelou ao Governo húngaro para que intervenha no sentido de garantir a proteção dos direitos de Salis."Apelamos ao Governo húngaro para que seja vigilante e intervenha para garantir que os direitos da cidadã italiana Ilaria Salis, detida enquanto aguarda julgamento, sejam respeitados", escreveu Tajani no X, antigo Twitter, na segunda-feira.

Ilaria Salis declarou-se inocente e pode ser condenada a mais de 11 anos de prisão

O julgamento foi adiado para maio.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Morreu Vítor Emanuel de Saboia, filho do último rei de Itália

Suecos divididos sobre adesão à NATO: "Sempre fomos um país neutro"

Croata bate recorde mundial de mergulho em apneia no gelo