Bombardeamento israelita em Rafah faz pelo menos 28 mortos

Rafah
Rafah Direitos de autor Hatem Ali/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Este sábado, as forças israelitas bombardearam a cidade de Rafah, onde já há mais de 1,4 milhões de refugiados. Aumenta a preocupação face a uma incursão militar por terra.

PUBLICIDADE

Poucas horas depois do primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, confirmar que tinha um plano de evacuação para os milhões de refugiados que chegam ao sul da Faixa de Gaza, a cidade de Rafah foi atacada pelas suas forças militares (IDF).

Nas primeiras horas da manhã de sábado, três ataques aéreos no sul do território mataram 28 pessoas, reportam fontes locais e jornalistas da agência Associated Press, que dizem terem visto os corpos chegarem aos hospitais. 

Mais de três famílias morreram nos ataques, incluindo um total de dez crianças, a mais nova, uma bebé de três meses de idade. Fontes palestinianas relataram mais tarde que três altos funcionários do Hamas morreram num ataque no distrito de Tal al-Sultan, supostamente o chefe de inteligência da polícia do Hamas Ahmed al-Yaakobi e o seu vice Iman A-Rantisi e uma terceira pessoa, ainda não identificada.

Hamas contra os Estados Unidos por ataques em Gaza

A área de Rafah abriga mais de 1,4 milhões de palestinianos que fugiram do Norte da Faixa de Gaza, vivendo em prédios superlotados e em condições humanitárias difíceis.

Fontes do Hamas dizem que pode haver pesadas baixas se Netanyahu ordenar que o exército invada por terra. 

A falta de apoio ao ataque de Rafah não isenta os Estados Unidos da responsabilidade pelas suas consequências, ressaltaram as fontes da organização que governa Gaza.

Novos ataques de Israel contra o Hezbollah

Os confrontos continuam fora de Gaza. A força aérea israelita atingiu vários alvos na área de Dimas, a oeste de Damasco, perto da fronteira libanesa, na noite entre sexta e sábado. 

De acordo com relatos iniciais, o ataque visava o Hezbollah e as forças iranianas, uma área onde unidades de defesa aérea estavam estacionadas também foi atingida.

Fontes locais dizem que alguns mísseis foram lançados contra a província de Damasco.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Israel prepara evacuação de Rafah antes do assalto à cidade

ONU, Estados Unidos e Egito preocupados com ataques israelitas em Rafah

Membro da Força Aérea dos EUA morre depois de se imolar junto à embaixada israelita em Washington