Macron anuncia apoio de três mil milhões de euros à Ucrânia durante visita de Zelenskyy a Paris

Volodymyr Zelenskyy e Emmanuel Macron encontraram-se no Palácio do Eliseu na sexta-feira
Volodymyr Zelenskyy e Emmanuel Macron encontraram-se no Palácio do Eliseu na sexta-feira Direitos de autor Thibault Camus/AP Photo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente da Ucrânia e homólogo francês assinaram acordo bilateral de cooperação em segurança. Macron anunciou apoio de 3 mil milhões de euros a Kiev. Zelenskyy diz que apoio dá resposta "à pressão de Putin" sobre as forças ucranianas.

PUBLICIDADE

O presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy e o homólogo francês Emmanuel Macron assinaram, esta sexta-feira à noite, um acordo bilateral de cooperação em segurança no Palácio do Eliseu, em Paris.

O chefe de Estado francês anunciou um apoio de até 3 mil milhões de euros de ajuda militar à Ucrânia e garantiu que o país vai continuar a ajudar a Ucrânia a longo prazo.

"Gostaria de reiterar que a França vai continuar a apoiar a Ucrânia a longo prazo. Este é o objetivo do acordo de dez anos que assinámos, e que vai permanecer válido até que a Ucrânia se junte à NATO", declarou Macron.

Numa conferência de imprensa conjunta com Volodymyr Zelenskyy, o presidente francês afirmou ainda que a Rússia perdeu credibilidade a nível internacional.

Zelenskyy agradeceu o apoio francês e sublinhou que esta é uma ajuda preciosa para as forças ucranianas face à pressão que Putin tem exercido na linha da frente.

Macron insistiu que o objetivo francês é continuar a disponibilizar à Ucrânia todos os meios necessários para a defesa da soberania e integridade territorial do país. 

O chefe de Estado ucraniano esteve também esta sexta-feira na Alemanha, onde assinou um acordo bilateral de segurança semelhante.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Forças ucranianas retiram-se de algumas posições em Avdiivka

Zelenskyy e Scholz não esquecem Navalny

Volodymyr Zelenskyy assina acordos de segurança com a Alemanha e a França