Preso político bielorrusso morre na prisão

Partido Social Democrata da Bielorrússia anuncia morte de Ihar Lednik
Partido Social Democrata da Bielorrússia anuncia morte de Ihar Lednik Direitos de autor AP/Copyright 2020 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ihar Lednik tinha 63 anos e foi acusado de ter insultado Alexander Lukashenko.

PUBLICIDADE

O Partido Social Democrata da Bielorrússia anunciou que o membro do partido Ihar Lednik morreu na colónia penal onde cumpria uma pena de prisão de três anos. Lednik tinha 63 anos e foi acusado de ter insultado o presidente Alexander Lukashenko. 

O estado de saúde do jornalista e dissidente politico piorou significativamente na prisão, onde foi submetido a uma intervenção cirúrgica ao estômago. Segundo o grupo de defesa dos direitos humanos The Vyasna, a causa da morte foi uma paragem cardiorrespiratória . Os médicos tentaram reanimá-lo, mas sem sucesso. Ihar Lednik morreu no hospital distrital de Minsk, para onde foi transportado da colónia n.º 2 de Babruijsk, onde cumpria a sua pena.

Segundo as associações de defesa dos direitos humanos, há 1422 presos políticos na Bielorrússia, incluindo o Prémio Nobel da Paz de 2022, Ales Bialiatski.

Lednik é o quinto preso político a morrer numa prisão bielorrussa em menos de dois anos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Escassez de mísseis de defesa aérea limita a capacidade da Ucrânia

Repórteres sem Fronteiras lançam satélite para chegar aos territórios de língua russa

Atletas russos e bielorrussos excluídos da cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos