EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Funeral de Navalny realiza-se na sexta-feira em Moscovo

Navalny
Navalny Direitos de autor AP/Moscow City Court
Direitos de autor AP/Moscow City Court
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Família recebeu recusas de várias funerárias, que não quiseram encarregar-se das cerimónias fúnebres depois de saberem que se tratava do opositor russo.

PUBLICIDADE

O funeral de Alexei Navalny realiza-se na próxima sexta-feira, dia 1 de março, em Moscovo, informou a assessoria do opositor russo, que morreu numa colónia penal no Ártico.

A cerimónia fúnebre terá lugar numa igreja no bairro de Maryino, na capital russa, e o corpo seguirá depois para um cemitério nas imediações.

Segundo a equipa que acompanhava Navalny, a família teve dificuldades em encontrar uma funerária para sepultar o opositor russo, tendo recebido várias recusas quando informava quem era o falecido.

Navalny, principal opositor de Vladimir Putin, estava detido na Rússia desde que decidiu regressar ao país em 2021 vindo da Alemanha, onde esteve a ser tratado de um envenenamento pelo qual culpa as autoridades russas. 

Em agosto do ano passado, foi condenado a 19 anos de prisão por "extremismo". Em dezembro, foi transferido para uma colónia penal na região ártica, um local a mais de 1900 quilómetros de Moscovo com condições climatéricas extremas.

Viria a morrer aos 47 anos a 16 de fevereiro. As autoridades russas dizem que causa de morte é desconhecida. A comunidade internacional tem insistentemente culpado o regime de Putin pela morte do opositor mas, recentemente, o chefe dos serviços secretos ucranianos, Kyrylo Budanov, causou alguma surpresa ao afirmar que Navalny terá morrido, muito provavelmente, devido a um coágulo sanguíneo, afastando assim a hipótese de um assassinato.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Funeral de Alexei Navalny acontece esta sexta-feira

Tribunal russo ordena prisão da viúva de Alexei Navalny

Primeiro-ministro da Índia critica invasão russa à Ucrânia durante encontro com Putin