Fome e desespero crescem em Gaza

Centenas de pessoas acorrem a camiões com ajuda humanitária
Centenas de pessoas acorrem a camiões com ajuda humanitária Direitos de autor AP
Direitos de autor AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Enquanto a situação humanitária piora na Faixa de Gaza, aumentam os ataques contra Israel vindos do Líbano.

PUBLICIDADE

É assim o dia-a-dia na Faixa de Gaza: Esta quarta-feira, centenas de pessoas correram atrás dos camiões de ajuda humanitária, nos arredores da cidade de Gaza, enquanto a ONU alerta para a iminência de uma situação de fome no território.

Os camiões transportavam farinha, água e alimentos enlatados provenientes do Egito e da Turquia.

Uma cozinha de rua em Beit Lahiya serve refeições, tão necessárias a esta população. As crianças esperam ansiosamente para encher os pratos. Batatas com molho de tomate é um luxo num território onde muitos recorreram à alimentação animal.

Diz Sulaiman Marouf, voluntário na cozinha de rua: "Cozinhamos batatas. Costumávamos cozinhar arroz, mas já não o conseguimos encontrar; o norte de Gaza não tem arroz. Não há arroz, não há farinha, não há açúcar, não há água, não há medicamentos, não há nada".

Aumentam ataques com origem no Líbano

Um dos rockets disparados do Líbano contra Israel, num forte ataque na terça-feira, caiu entre casas no Kibbutz de Kfar Blum, no norte de Israel. Um vídeo filmado em Kiryat Shmona na terça-feira mostra o sistema de defesa aérea israelita Iron Dome a destruir vários projécteis lançados do Líbano em direção a Israel.

"De repente, ouvimos uma sirene e, ao mesmo tempo, grandes explosões no céu", conta Yadin Porat, residente em Kfar Blum.

As forças armadas israelitas dizem que foram vistos "numerosos lançamentos" no final do dia de terça-feira do Líbano em direção ao norte de Israel.

Comissário europeu visita Cisjordânia

O comissário da União Europeia para para Ajuda Humanitária e Gestão de Crises, Janez Lenarčič, visitou esta quarta-feira uma escola da Cisjordânia gerida pela Agência das Nações Unidas de Assistência aos Palestinianos e mostrou apoio ao trabalho, que considera vital, da UNRWA na região.

Os Estados Unidos afirmam estar a preparar uma nova resolução de cessar-fogo em Gaza. "Ontem à noite, incorporámos novas edições e distribuímos um novo projeto, que apoia inequivocamente os esforços diplomáticos para garantir um cessar-fogo imediato de cerca de seis semanas em Gaza, juntamente com a libertação de todos os reféns", disse a embaixadora dos EUA, Linda Thomas-Greenfield.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

EUA pressionam Hamas a aceitar acordo de cessar-fogo e voltam a entregar ajuda por via aérea a Gaza

Ataque aéreo israelita faz 17 mortos em Khan Younis

Chefe da UNRWA denuncia "campanha concertada" para fechar a agência