Nova greve de transportes na Alemanha

Geve de transportes na Alemanha
Geve de transportes na Alemanha Direitos de autor Michael Probst/AP
De  Euronews com AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Passageiros dos transportes ferroviários e aéreos afetados pela paralisação de dois dias.

PUBLICIDADE

Milhões de passageiros em toda a Alemanha foram novamente afetados por uma greve dos transportes. Cerca de 80% dos comboios de longa distância, bem como dos comboios regionais e suburbanos do país, foram cancelados. As viagens de avião também foram afetadas, uma vez que o pessoal de terra da Lufthansa deixou de trabalhar ao início da manhã.

A companhia aérea alemã afirmou, no início da semana, que cerca de 1 000 voos diários teriam de ser cancelados e que cerca de 200 000 passageiros aéreos seriam afetados.

O sindicato dos maquinistas GDL e o Ver.di convocaram greves para quinta e sexta-feira.

Para além dos aumentos salariais, o GDL exige a redução do horário de trabalho de 38 para 35 horas semanais sem redução de salário, o que a Deutsche Bahn recusou.

O sindicato Ver.di pretende um aumento salarial de 12,5%, ou seja, pelo menos 500 euros (542 dólares) a mais por mês, nas negociações para cerca de 25.000 trabalhadores de terra da Lufthansa, incluindo o pessoal de check-in, de assistência a aviões, de manutenção e de carga.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Chanceler alemão pede à China mais abertura económica

Scholz visita a China para tentar aliviar as tensões económicas com a Alemanha

Primeiro contingente de tropas da Alemanha chega a Vilnius para reforçar flanco leste da NATO