Greta Thunberg e outros ativistas climáticos removidos à força da entrada do Parlamento sueco

Greta Thunberg e outros ativistas climáticos removidos à força da entrada do Parlamento sueco
Greta Thunberg e outros ativistas climáticos removidos à força da entrada do Parlamento sueco Direitos de autor Samuel Steen/TT/Samuel Steen/TT
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Depois da manifestação de segunda-feira, os ativistas climáticos, incluindo Greta Thunberg, regressaram à entrada do Parlamento sueco para protestar a favor de reformas abrangentes para enfrentar os desastres climáticos.

PUBLICIDADE

Greta Thunberg e outros ativistas climáticos foram removidos à força da entrada do Parlamento sueco, esta terça-feira.

De acordo com as agências internacionais, o grupo, composto por dezenas de jovens, foi removido da entrada do Parlmento sueco, enquanto protestavam a favor de reformas abrangentes para enfrentar os desastres climáticos.

Depois dos ativistas se recusarem a levantar e a sair da entrada do edifício, durante alguns minutos, a polícia foi obrigada a arrastá-los para longe do local.

“Acredito que as nossas leis protegem as coisas erradas. Acho que as nossas leis devem estar lá para proteger o bem-estar das pessoas e não os direitos das empresas de poluir o planeta”, disse Thunberg, citada pelas agências internacionais.

Os ativistas saíram voluntariamente da entrada do parlamento na segunda-feira, tendo voltado na terça-feira de manhã. Segundo a polícia, citada pelas agências internacionais, os ativistas não tinham permissão para realizar a manifestação e estão sujeitos a uma denúncia de violação da Lei de Ordem Pública.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Greta Thunberg e outros ativistas climáticos bloqueiam entrada do Parlamento sueco

Greta Thunberg junta-se a protesto contra construção de nova autoestrada em França

Greta Thunberg retoma protestos após detenção