Stoltenberg afirma que eleições presidenciais russas “não foram nem justas nem livres”

 Stoltenberg afirma que eleições presidenciais russas “não foram nem justas nem livres”
Stoltenberg afirma que eleições presidenciais russas “não foram nem justas nem livres” Direitos de autor Virginia Mayo/virginiamayo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

O secretário-geral da NATO criticou as eleições presidenciais da Rússia, numa conferência de imprensa na Geórgia. Jens Stoltenberg termina na terça-feira a sua visita ao países do Cáucaso do Sul.

PUBLICIDADE

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, afirmou, esta segunda-feira, que as eleições presidenciais russas“não foram nem justas nem livres”, durante uma conferência de imprensa na cidade de Tiblissi, capital da Geórgia, no âmbito sua visita aos três países do Cáucaso do Sul.

Na véspera das eleições presidenciais russas, o secretário-geral da Aliança Atlântica afirmou que para haver eleições livres e justas seria necessário haver concorrência, listas diferentes, um debate aberto e uma imprensa livre e independente.

Durante a conferência de imprensa na Geórgia, o primeiro-ministro do país e Stoltenberg abordaram, ainda, a segurança no Mar Negro, que é tão importante para a Geórgia como para a NATO, segundo as agências internacionais. Isto porque a guerra na Ucrânia colocou em risco a liberdade de navegação e ameaçou o fornecimento global de alimentos.

Antes de Tbilissi, o secretário-geral da NATO esteve em Baku, no Azerbaijão, onde foram discutidos aspetos de cooperação entre o país e a NATO.

Jens Stoltenberg vai terminar a sua visita aos países do Cáucaso do Sul na terça-feira, na Arménia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Putin vence com 88% dos votos nas eleições presidenciais russas mais participadas de sempre

Putin vence as eleições presidenciais da Rússia com quase 88% dos votos

Opositores de Putin votaram em grupo ao meio-dia provocando longas filas