Escassez de mísseis de defesa aérea limita a capacidade da Ucrânia

Vista dos danos após o ataque aéreo russo a um edifício residencial, em Zaporizhzhia, Ucrânia, sexta-feira, 22 de março de 2024.
Vista dos danos após o ataque aéreo russo a um edifício residencial, em Zaporizhzhia, Ucrânia, sexta-feira, 22 de março de 2024. Direitos de autor Andriy Andriyenko/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Andriy Andriyenko/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
De  Oleksandra Vakulina
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied
Artigo publicado originalmente em inglês

Presidente Zelenskyy declarou que, atualmente, o país não dispõe de sistemas de defesa aérea suficientes para cobrir as zonas da Ucrânia visadas pela Rússia.

PUBLICIDADE

A Rússia lançou outro ataque em grande escala com drones e mísseis contra cidades ucranianas durante a noite de 22 de março.

Tendo como alvo Kharkiv, Zaporíjia e Kryvyi Rih, os ataques visaram principalmente as infraestruturas de energia.

Foram também registados ataques em Khmelnytskyi, Odesa, Mykolaiv, Vinnytsia, Kirovohrad, Lviv, Sumy, Poltava e Ivano-Frankivsk.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskyy, declarou que o Patriot e outros sistemas de defesa aérea fornecidos pelo Ocidente podem abater mísseis balísticos russos, mas salientou que a Ucrânia não dispõe atualmente de um número suficiente destes sistemas para cobrir outras áreas.

Na sua última avaliação, o Instituto para o Estudo da Guerra afirmou que a Ucrânia já teve de tomar decisões difíceis relativamente à colocação dos seus limitados sistemas de defesa aérea.

Acrescentou que a escassez de mísseis de defesa aérea ucranianos continuará provavelmente a limitar a capacidade da Ucrânia de disputar o espaço aéreo sobre a Ucrânia ocupada e a ameaçar os aviões táticos russos que realizam ataques de rotina com bombas planadoras.

As forças russas estão também a expandir a utilização da aviação tática, de drones e de sistemas de guerra eletrónica na Ucrânia para preparar e apoiar as investidas, ao mesmo tempo que, alegadadamente, o fogo de artilharia russo excede o fogo de artilharia ucraniano numa proporção de dez para um.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ataques russos deixam Ucrânia às escuras e fazem pelo menos cinco mortos

Zelenskyy pede mais sistemas de defesa aérea após nova vaga de ataques russos

Ucrânia diz ter abatido bombardeiro russo de longo alcance