EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Altos comandantes militares iranianos anunciam que operação contra Israel "foi concluída"

Altos comandantes militares iranianos anunciam que operação contra Israel "foi concluída"
Altos comandantes militares iranianos anunciam que operação contra Israel "foi concluída" Direitos de autor Tomer Neuberg/Copyright 2024 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Tomer Neuberg/Copyright 2024 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As autoridades israelitas informaram ter intercetado 99% dos drones e mísseis lançados pelo Irão, na madrugada deste domingo. Pelo menos 12 pessoas ficaram feridas em Israel.

PUBLICIDADE

Altos comandantes militares iranianos anunciaram, este domingo, que a “operação de retaliação” contra Israel encontra-se “concluída”, tendo sido “mais bem sucedida do que o esperado”.

As autoridades israelitas, citadas pelas agências internacionais, afirmaram ter intercetado 99% dos drones e mísseis lançados pelo Irão, e elogiaram o sucesso dos seus sistemas de defesa face a um ataque sem precedentes do governo iraniano.

De acordo com as Forças de Defesa de Israel, foram lançados cerca de 170 drones, mais de 300 mísseis de cruzeiro e mais de 120 mísseis balísticos.

As forças norte-americanas e britânicas ajudaram a abater drones iranianos sobre o espaço aéreo da Jordânia, da Síria e do Iraque. Vários mísseis balísticos atingiram o território israelita, causando pequenos danos numa base aérea.

Um dos drones e mísseis iranianos que foram avistados nos céus da região do Curdistão iraquiano, na madrugada de domingo, caiu na administração de Soran, no norte da província de Erbil, segundo as agências internacionais.

Numa conferência de imprensa realizada este domingo, o ministro dos Negócios Estrangeiros iraniano, Hossein Amirabdollahian, afirmou que os países vizinhos do Irão tinham sido informados dos ataques de retaliação contra Israel com 72 horas de antecedência. 

Já no sábado à noite, a missão iraniana na ONU escreveu nas redes sociais que "o assunto pode ter sido considerado concluído. No entanto, se o regime israelita cometer outro erro, a resposta do Irão será muito mais severa", acrescentando que se trata de "um conflito entre o Irão e o regime israelita desonesto, do qual os EUA devem manter-se afastados".

Telavive ainda não anunciou qual será a sua resposta ao ataque iraniano que deixou 12 pessoas feridas, incluindo uma rapariga de 12 anos, na cidade de Arad, no sul do país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Navio capturado pelo Irão tem bandeira portuguesa. Portugal "aciona" diplomacia em Teerão

Sirenes soam em Telavive pela primeira vez em meses, depois do Hamas ter disparado rockets

Ministro israelita das Comunicações ordena a devolução do equipamento de vídeo apreendido à AP