EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Israel ataca unidade de defesa aérea no sul da Síria com mísseis

A base aérea em Isfahan que seria alvo do ataque israelita desta manhã
A base aérea em Isfahan que seria alvo do ataque israelita desta manhã Direitos de autor Planet Labs PBC/AP
Direitos de autor Planet Labs PBC/AP
De  Euronews com AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Ataque contra unidade de defesa aérea terá causado danos materiais, segundo a agência de notícias estatal SANA.

PUBLICIDADE

Israel realizou um ataque com mísseis contra uma unidade de defesa aérea no sul da Síria, causando danos materiais, informou a agência de notícias estatal SANA esta sexta-feira, cita a AP. 

As informações sobre este ataque na Síria surgem já depois de terem sido relatadas explosões perto de uma grande base aérea iraniana em Isfahan, na manhã desta sexta-feira. 

A área atingida na Síria está a cerca de 1.500 quilómetros de distância a oeste de Isfahan.

Os sistemas de defesa antiaérea iranianos terão abatido os drones que Israel terá usado para realizar o ataque desta manhã a uma base aérea junto a uma central nuclear.

Os Estados Unidos terão deixado escapar durante a reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros do G7, em Capri, Itália, que receberam informações de "última hora" de Israel sobre uma operação com drones no Irão, revelou o ministro dos Negócios Estrangeiros italiano, Antonio Tajani. 

O grupo dos sete países mais industrializados do mundo pediu formalmente a Israel a ao Irão para "evitarem uma nova escalada" das tensões na região.

"À luz das notícias de ataques neste dia 19 de abril, pedimos a todas as partes que trabalhem para evitar uma nova escalada", lê-se no comunicado divulgado esta sexta-feira.

O G7 avisou ainda que está pronto a aplicar novas sanções ao Irão, após o ataque com mísseis e drones a Israel. 

"Vamos responsabilizar o governo iraniano pelas suas ações maliciosas e desestabilizadoras e estamos prontos para adotar novas sanções ou tomar outras medidas, agora e em resposta a outras iniciativas desestabilizadoras", refere a mesma nota.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Um morto e oito feridos em ataque a base militar iraquiana

Sistemas de defesa antiaérea iranianos terão neutralizado ataque israelita

Explosões perto de base aérea iraniana aumentam a tensão