EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Acidente com dois helicópteros militares japoneses faz um morto e sete desaparecidos

Helicópteros SH-60K das forças militares japonesas
Helicópteros SH-60K das forças militares japonesas Direitos de autor AP/The official website of the Japan Maritime Self-Defense Force
Direitos de autor AP/The official website of the Japan Maritime Self-Defense Force
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Trágico acidente na costa do Japão. Dois helicópteros militares colidiram durante um exercício. Uma pessoa morreu e outras sete estão desaparecidas. Dezenas de barcos e aviões rastreiam a zona em busca de sobreviventes.

PUBLICIDADE

Dois helicópteros da Marinha japonesa, que transportavam oito tripulantes, despenharam-se no Oceano Pacífico, a sul de Tóquio, durante um voo de treino nocturno, depois de provavelmente chocarem um com o outro, disse no domingo o ministro da Defesa, Minoru Kihara.

Um membro da tripulação recuperado das águas foi declarado morto, enquanto os socorristas procuram outras sete pessoas desaparecidas. A Marinha e a Força Aérea japonesas enviaram 12 navios de guerra e sete aviões, bem como barcos de patrulha da Guarda Costeira.

Causa do acidente entre os dois helicópteros japoneses desconhecida

Os dois helicópteros SH-60K da Força de Autodefesa Marítima transportavam quatro tripulantes e perderam contato no sábado à noite perto da ilha de Torishima, a 600 quilómetros a sul de Tóquio, acrescentou o ministro.

A causa do acidente não foi revelada imediatamente, mas as autoridades acreditam que os dois helicópteros "muito provavelmente" chocaram um com o outro antes de caírem na água. O chefe do Estado-Maior da Marinha, almirante Ryo Sakai, disse que o treino fica suspenso até que a causa do acidente seja determinada e sejam tomadas medidas preventivas.

Os socorristas recuperaram o gravador de dados de voo, uma pá de cada helicóptero e fragmentos que se acredita serem de ambos os helicópteros na mesma área, um sinal de que os dois SH-60K voavam perto um do outro. As autoridades analisarão os dados de voo para tentar determinar a causa do acidente.

O embaixador dos Estados Unidos no Japão, Rahm Emanuel, disse numa mensagem na rede X que os Estados Unidos ofereceu-se para ajudar na busca e resgate.

"Estamos unidos, lado a lado, com nosso amigo e aliado, Japão. O meus pensamentos estão com os membros da tripulação, suas famílias e amigos neste momento difícil", escreveu.

Operação somente japonesa, sem parceiros internacionais envolvidos

Os helicópteros bimotores multimissão desenvolvidos por Sikorsky e conhecidos como Seahawks, foram modificados e fabricados no Japão pela Mitsubishi Heavy Industries. O avião SH-60K é geralmente utilizado em destroyers para a guerra antissubmarina, mas também para busca e resgate e outras missões. O Japão tem cerca de 70 helicópteros modificados.

Segundo autoridades de defesa, o treino de sábado envolveu apenas a Marinha japonesa e não fez parte de um exercício internacional. Não há aviões ou navios de guerra estrangeiros na área.

Após essa colisão, a Marinha introduziu uma série de medidas preventivas. Sakai disse que o incidente de sábado poderia ter sido evitado se todas essas medidas tivessem sido seguidas adequadamente.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Sismo no Japão faz nove feridos

Oito mortos em naufráfio de navio sul-coreano no mar do Japão

Há 13 anos, um terremoto de magnitude 9.0 abalou o Japão