EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Arrancou o último Grand Slam antes dos Mundiais e Jogos Olímpicos

Galiya Tynbayeva (-48kg) trouxe a primeira medalha de ouro para o país anfitrião, o Cazaquistão.
Galiya Tynbayeva (-48kg) trouxe a primeira medalha de ouro para o país anfitrião, o Cazaquistão. Direitos de autor IJF
Direitos de autor IJF
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Astana, no Cazaquistão, acolhe o último Grand Slam antes das grandes provas internacionais de judo. Veja aqui o resumo do primeiro dia.

PUBLICIDADE

O circuito mundial de judo regressou ao Cazaquistão para o último Grand Slam antes dos Campeonatos do Mundo e dos Jogos Olímpicos deste ano.

Com alguns dos últimos pontos de qualificação em jogo, as estrelas do judo de todo o mundo chegaram à cidade de Astana em busca da vitória

Dentro do palácio de artes marciais Zhaksylyk Ushkempirov, a tensão no ar era palpável. O público esperava impaciente o início da ação e a oportunidade de se aproximar dos heróis.

-48kg (femininos)

Galiya Tynbayeva encantou o público da casa ao passar à final. Tynbayeva aplicou por duas duas vezes técnicas de sacrifício inteligentemente cronometradas e derrotou a adversária Sabina Giliazova, conquistando em casa o primeiro ouro no circuito mundial de judo.

O presidente do Comité de Desporto e Cultura Física do Cazaquistão, Yerbol Myrzabissynov, entregou as medalhas

"Foi uma loucura. Quando entrei na arena, havia 1000 pessoas a gritar 'Galiya Galiya'. Senti a pressão, mas depois disse a mim própria: 'Tenho de ganhar, vou ganhar'", disse a judoca cazaque.

-60kg (masculinos)

O atleta individual neutro Ramazan Abdulaev proporcionou-nos uma final espetacular. Com um belo juji-gatame, derrotou o adversário Yang Yung Wei (Taipé Chinesa), conseguindo assim o terceiro ouro no Grand Slam.

A medalha foi-lhe entregue pelo CEO do Harvest Group, Almaz Alsenov. 

-52kg (femininos)

Gefen Primo, de Israel, começou o dia como primeira cabeça de série e cumpriu-o na perfeição. Na final, eenfrentou a brasileira Larissa Pimenta. Depois de um combate renhido, Primo derrotou Pimenta com um grande ashi-waza, seguido de trabalho no solo, que lhe permitiu fazer ippon.

A medalha foi entregue pela secretária-geral da Federação Internacional de Judo (FIJ), Lisa Allan. 

-66kg (masculinos)

Murad Chopanov (atleta individual neutro) conquistou o ouro em grande estilo, na final contra Matteo Piras, de Itélia. Uma grande projeção, na primeira troca de golpes do combate, foi seguida por uma imobilização que selou a vitória.

As medalhas foram entregues pelo diretor-geral da FIJ, Vlad Marinescu. 

-57kg (femininos)

Esta categoria produziu uma final pan-americana, com as rivais Christa Deguchi, do Canadá, e Rafaela Silva, do Brasil, a lutarem pelo lugar mais alto do pódio. A vitória foi para a canadiana.

A medalha de ouro foi entregue por Armen Bagdasarov, diretor de arbitragem da FIJ.  

"Esta é a minha primeira vez no Cazaquistão e foi bom lutar num lugar que adora judo, foi uma honra lutar aqui e estou feliz por lhes mostrar a medalha de ouro. Muito obrigada, Cazaquistão", disse a vencedora.

Outro destaque para o público da casa veio dos -60kg, em masculinos, onde a lenda do judo do Cazaquistão e campeão mundial em 2015 Yeldos Smetov mostrou que está a voltar à melhor forma. Mostrou um judo brilhante durante todo o dia e conquistou a medalha de bronze para a nação da casa.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Titãs do tatami no terceiro dia do Grand Slam de judo de Duxambé 2024

Segundo dia do Grand Slam de judo de Duxambé 2024

Judocas da casa brilham no primeiro dia do Grand Slam de Duxambé