EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

"Eu perdoo-o": Robert Fico diz que não sente "nenhum ódio" pelo seu agressor

Robert Fico
Robert Fico Direitos de autor Geert Vanden Wijngaert/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Geert Vanden Wijngaert/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O primeiro-ministro eslovaco, o populista Robert Fico, fez a sua primeira aparição pública depois do atentado grave de que foi vítima.

PUBLICIDADE

O primeiro-ministro eslovaco, Robert Fico, publicou um comunicado no Facebook na quarta-feira, naquela que foi a sua primeira aparição desde que foi gravemente ferido numa tentativa de assassinato, há três semanas.

Num discurso pré-gravado, antes das eleições para o Parlamento Europeu, Fico afirmou que o ataque causou graves danos à sua saúde e que "será um pequeno milagre se voltar ao trabalho dentro de várias semanas".

Robert Fico está a recuperar de vários ferimentos depois de ter sido baleado no abdómen quando cumprimentava apoiantes, a 15 de maio, na cidade de Handlova, cerca de 140 quilómetros a nordeste da capital, Bratislava. O agressor foi detido.

O primeiro-ministro eslovaco disse que deveria estar de volta ao trabalho na passagem de junho para julho e que não sentia "nenhum ódio" pelo seu agressor. "Eu perdoo-o", afirmou.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Robert Fico recebe alta hospital duas semanas após ser alvo de tentativa de assassinato

Primeiro-ministro eslovaco foi submetido a nova operação e permanece em estado crítico

Guarda-costas de Fico cometeram erros, diz perito em segurança