EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Europa de extremos: onda de calor na Turquia, incêndios em Chipre e inundações em Espanha

Vaga de calor na Turquia
Vaga de calor na Turquia Direitos de autor EBU
Direitos de autor EBU
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Na Turquia, temperaturas do ar estão 8 a 12 graus acima dos valores considerados normais para a época. Em Chipre, calor intenso tem provocado incêndios que já levaram à evacuação de três aldeias. Em Espanha, as chuvas fortes provocaram cheias em Múrcia. Partes do aeroporto de Palma ficaram alagadas.

PUBLICIDADE

Os fenómenos extremos na meteorologia continuam na Europa e desta vez é a Turquia que está a ser atingida por uma vaga de calor, com as temperaturas do ar 8 a 12 graus acima dos valores sazonais ao longo de toda a semana.

As costas ocidental e sul do país já estão sob a influência do calor extremo e os termómetros vão continuar a subir.

As altas temperaturas atingirão mais duramente o Egeu e o Mediterrâneo.

Três aldeias evacuadas após incêndio em Chipre

Um incêndio de grandes dimensões deflagrou no distrito de Pafos, em Chipre, e propagou-se rapidamente através de erva seca, vegetação selvagem rasteira e árvores.

Três aldeias foram evacuadas e outras foram colocadas em alerta máximo.

De acordo com o porta-voz dos bombeiros, o incêndio colocou as casas da aldeia vizinha de Psathi sob ameaça imediata.

O presidente de Chipre solicitou a ajuda da Jordânia para apagar o incêndio: Nicos Christodoulides encontrava-se no país vizinho para uma visita de Estado programada a convite do rei da Jordânia.

O chefe de Estado jordano mobilizou prontamente aviões adicionais para ajudar Chipre nos esforços de combate ao fogo.

Dois aviões da Grécia, enviados ao abrigo do mecanismo de Proteção Civil da União Europeia, já estão também a prestar auxílio na operação.

Inundações em Espanha

Em Múrcia, no sudeste de Espanha, foi ativado um aviso amarelo para chuva, com uma acumulação de precipitação prevista de 25 litros de água por metro quadrado numa hora.

Mais de 50 litros de precipitação por metro quadrado acumularam-se numa hora em zonas do noroeste da Comunidade Autónoma de Múrcia. Calasparra e o Altiplano foram as zonas mais afetadas.

Os agricultores confirmaram danos causados às árvores e às culturas. Os frutos de maturação tardia foram os mais afetados.

"As azeitonas foram todas deitadas fora, bem como os legumes que estavam lá plantados. Ficou tudo destruído", afirma um agricultor local.

O aeroporto de Palma de Maiorca suspendeu temporariamente as operações devido a inundações em várias partes dos terminais causadas por fortes chuvas no final da manhã de terça-feira.

Há registos de precipitação de até 53 litros por metro quadrado na zona do aeroporto, dos quais quase 44 caíram numa hora.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Europa atingida por inundações no Norte e ondas de calor no Sul

Polónia: temperaturas abaixo de zero após vaga de calor

Onda de calor na Europa antecipou a época balnear