EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Sede da VW alvo de buscas no dia em que o patrão do grupo nos EUA testemunhou no Congresso

Sede da VW alvo de buscas no dia em que o patrão do grupo nos EUA testemunhou no Congresso
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A sede da Volkswagen em Wolfsburgo foi alvo de uma busca policial esta quinta-feira. Meia centena de agentes e três procuradores participaram nas

PUBLICIDADE

A sede da Volkswagen em Wolfsburgo foi alvo de uma busca policial esta quinta-feira. Meia centena de agentes e três procuradores participaram nas buscas que se estenderam a vários apartamentos privados da cidade e noutras localidades. A procuradoria de Brunswick busca documentos e suportes informáticos que permitam identificar os responsáveis pela fraude da Volkswagen que instalou em 11 milhões de veículos um programa informático que permite falsear os resultados dos testes de emissões.

Também esta quinta-feira, o patrão da Volkswagen nos Estados Unidos, Michael Horn, testemunhou perante uma comissão do Congresso, em Washington, e apresentou as desculpas do grupo alemão. Horn afirmou que nunca pensou que algo semelhante seria possível numa companhia como a Volkswagen.

O alto-executivo do construtor automóvel explicou que só tomou conhecimento do programa informático em setembro. Apesar de não querer adiantar mais explicações porque há uma investigação em curso, para Horn, que falava sob juramento, esta manobra ilegal é da responsabilidade de um par de engenheiros informáticos, não é uma decisão da companhia.

A Volkswagen já afirmou que vai recolher todos os veículos para resolver o problema mas o processo vai ser longo e caro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Procurar apartamento para comprar: em que sítio da Europa será mais caro?

BCE mantém as taxas de juro inalteradas, uma vez que o controlo da inflação continua a ser fundamental

O sentimento económico da Alemanha desce mais do que o esperado: A recuperação está em risco?