EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Índia oficializa compra de 36 aviões de caça franceses por 8 mil milhões de euros

Índia oficializa compra de 36 aviões de caça franceses por 8 mil milhões de euros
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Foi assinado esta sexta-feira um contrato entre a França e a Índia para a aquisição pelo governo de Narendra Modi de 36 aviões de combate de fabrico francês.

PUBLICIDADE

Foi assinado esta sexta-feira um contrato entre a França e a Índia para a aquisição pelo governo de Narendra Modi de 36 aviões de combate de fabrico francês.

Após uma longa negociação e num documento com cerca de dez mil páginas, o acordo foi ratificado em Nova Deli pelos respetivos ministros da Defesa, o francês Jean Yves Le Drian e o indiano Manohar Parrikar.

#WATCH Deal for 36 #Rafale fighter jets between India and France signed; deal is worth 7.8 billion euros. pic.twitter.com/3SeWCcRRQe

— ANI (@ANI_news) 23 de setembro de 2016

“France's industrial and technological excellence recognised: 36 “Rafale” planes sold to India, a strategic partner and friend” https://t.co/SUS7TRpuXs

— France Diplomacy (@francediplo_EN) 23 de setembro de 2016

Avaliada em 7,8 mil milhões de euros, cerca de 15 por cento pagos em adiantado, é a maior encomenda estrangeira alguma vez celebrada para os jatos franceses Rafale, cuja produção garante trabalho a pelo menos sete mil pessoas, entre a fabricante Dassault Aviation e as cerca de 500 PME parceiras na produção desta aeronave de combate.

Para a Índia, é também o maior negócio do género nos últimos 20 anos e vai permitir a renovação da velha frota militar, reduzida atualmente a pouco mais de trinta esquadrões e numa altura em que a Índia enfrenta uma disputa territorial com a China e pelo menos um vizinho instável, o Paquistão.

Os primeiros aviões deverão ser entregues dentro de ano e meio, mas a Índia devera vir a necessitar de mais do que os 36 agora encomendados porque alguns dos atuais aparelhos, os modelos MIG-21, descritos como “caixões voadores” pela pouca segurança, vão ter de ir para a “prateleira” em breve, adianta a NDTV.

India & France signed the deal for 36 Rafale jets. Rafale will significantly improve India's strike & defence capabilities. pic.twitter.com/L6pjQT1zpX

— Manohar Parrikar (@manoharparrikar) 23 de setembro de 2016

#DassaultAviation welcomes the acquisition by India of 36 Rafale https://t.co/EhgpDyIe6ppic.twitter.com/NSpuKGn5eW

— Dassault Aviation (@Dassault_OnAir) 23 de setembro de 2016

Modi govt renegotiated Rafale deal to save around Rs. 56,000 crore of public money, strengthens India's air defence capabilities enormously. pic.twitter.com/wGCgQQrAim

— BJP (@BJP4India) 22 de setembro de 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Índia: ataque contra base militar na região de Caxemira faz 17 mortos

Alternativa ao lítio: Pode o manganésio substituir as baterias de lítio dos veículos elétricos?

Banco Central Europeu corta taxas de juro em linha com as expetativas do mercado