França e China vão avançar com a criação de fundo comum para investimentos no estrangeiro

França e China vão avançar com a criação de fundo comum para investimentos no estrangeiro
De  Euronews com REUTERS, AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O anúncio foi feito pelo ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Jean-Marc Ayrault, numa visita a Pequim.

PUBLICIDADE

A França e a China vão criar, em breve, um fundo para investimentos conjuntos em projetos no estrangeiro. O anúncio foi feito pelo ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Jean-Marc Ayrault, numa visita a Pequim. A ideia de criar este fundo tinha sido apresentada no ano passado.

Referindo-se ao projeto franco-chinês para construir a central nuclear de Hinckley Point, no Reino Unido, o chefe da diplomacia francesa referiu que é “um bom exemplo do que vamos fazer em conjunto para ganhar contratos noutros mercados e em todos os setores. É um modelo que apoiamos em todo o lado, incluindo em África e na Ásia”.

A central nuclear no Reino Unido é um projeto avaliado em 24 mil milhões de dólares, perto de 22 mil milhões de euros.

A China aproveitou ainda a ocasião para afirmar que o país estará “cada vez mais aberto ao investimento estrangeiro”, apesar de reconhecer a necessidade de “melhorar o ambiente” para esses investimentos.

La France et la Chine vont créer un fond d'investissement commun https://t.co/F9UcAEujGn

— Challenges (@Challenges) October 31, 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Que países europeus têm as cargas fiscais mais elevadas e mais baixas?

Millennials vão tornar-se a "geração mais rica da história"

Inflação na zona euro desce para 2,6%