EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Portugal cresce ao dobro do ritmo da UE na venda de carros novos

Portugal cresce ao dobro do ritmo da UE na venda de carros novos
Direitos de autor 
De  Marco Lemos com ACEA, reuters, jornal de negócios, bloomberg
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Entre janeiro e outubro foram vendidos mais de 12,3 milhões de veículos ligeiros na União Europeia, um aumento de 7,2% em termos homólogos e com Portugal a crescer ao dobro da média europeia.

PUBLICIDADE

Entre janeiro e outubro foram vendidos mais de 12,3 milhões de veículos ligeiros na União Europeia, um aumento de 7,2% em termos homólogos e com Portugal a crescer 14,4%, ao dobro da média europeia, com perto de 174 mil carros vendidos no período, segundo os dados da Associação de Fabricantes Automóveis Europeus.

Em outubro, as vendas na União Europeia (UE) recuaram 0,02% em termos anuais, com quebras de 4% em França e de 5,6% na Alemanha. Em Itália registou-se um crescimento de 9,7% na venda de veículos ligeiros. Em Portugal e Espanha as vendas aumentaram 8,9% e 4% respetivamente.

Um analista explica que o “mercado automóvel europeu está dividido entre o centro e a periferia. França e Alemanha sofreram fortes quebras (nas vendas), enquanto Itália e Espanha (tal como Portugal) assistiram a um bom crescimento”. Assim, considera que “o futuro do mercado automóvel europeu está verdadeiramente dependente do que acontecer em França e na Alemanha”.

Marcas francesas lideram quebrasNa UE, em outubro, as vendas no grupo PSA (Peugeot-Citroen) caíram 7,2%. Na Renault, a quebra foi de 1,8%. O universo Volkswagen derrapou 1,7% e está a perder quota de mercado há 14 meses consecutivos, desde o escândalo da manipulação das emissões poluentes.

#DW Europe's car sales dip on German weakness: Automakers record the first fall in October… https://t.co/wxG8hRHG1t

— Breaking News (@BN365) November 17, 2016

Líder destacado do setor, o grupo Volkswagen viu a quota de mercado recuar nos primeiros 10 meses do ano. Tem agora 24% contra 25,1% em igual período de 2015.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Alternativa ao lítio: Pode o manganésio substituir as baterias de lítio dos veículos elétricos?

Banco Central Europeu corta taxas de juro em linha com as expetativas do mercado

Riqueza das nações: o fosso cada vez maior entre ricos e pobres na Europa