Exportações chinesas voltam a cair em 2016

Exportações chinesas voltam a cair em 2016
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As autoridades de Pequim afirmam estar atentas à política norte-americana, depois de o presidente eleito ter ameaçado introduzir tarifas aduaneiras aos produtos chineses.

PUBLICIDADE

As exportações chinesas voltaram a cair em 2016, pelo segundo ano consecutivo. É a maior queda desde 2009. O valor das exportações baixou 7,7%, em 2016, depois de ter caído 2.8%, em 2015.

As autoridades de Pequim afirmam estar atentas à política norte-americana, depois de o presidente eleito ter ameaçado introduzir tarifas aduaneiras aos produtos chineses. Durante a campanha, Trump acusou a China de práticas comerciais injustas.

“Esperamos que a China e os Estados Unidos, as duas maiores economias do mundo consigam desenvolver-se e cooperar, em termos comerciais. Vamos estar atentos à política comercial norte-americana depois da tomada de posse de Trump”, afirmou Huang Songping, porta-voz das autoridades aduaneiras chinesas.

Os analistas temem que a degradação das relações entre a China e os Estados Unidos possa abalar a confiança dos mercados, num período marcado pela quebra da procura global.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Preço do azeite sobe mais de 50% num ano na UE, Portugal registou o maior aumento

O preço do amor: porque sai tão caro encontrar alguém?

A guerra entre Israel e o Hamas está a afetar a economia israelita