EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

"Quo Vadis, Aida?" promove um regresso da Bósnia a "Srebrenica"

"Quo Vadis, Aida?" promove um regresso da Bósnia a "Srebrenica"
Direitos de autor Kemal Softic/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor Kemal Softic/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A longa metragem da realizadora Jasmila Zbanic sobre o massacre de Srebrenica teve a primeira exibição na Bósnia, onde as feridas do passado recente ainda estão por sarar

PUBLICIDADE

Numa espécie de regresso a casa, "Quo Vadis Aida?" foi exibido pela primeira vez na Bósnia. A longa-metragem da realizadora Jasmila Zbanic conta a história de Aida, uma tradutora da ONU, que, em 1995, tenta salvar a família, depois de o exército da República Sérvia tomar posse de Srebrenica e dar início à limpeza étnica da população bósnia.

Não muito longe do cemitério onde os corpos foram enterrados, o centro memorial acolheu a exibição do filme.

Entre o público esteve Almasa Sekovic, uma criança por altura do massacre, que testemunhou o irmão adolescente ser levado para o executarem.

"Foi impossível não pensar no meu irmão, que faz parte da lista de vítimas do massacre, na sala memorial atrás de nós. Ele, a minha irmã, o meu outro irmão e a minha mãe e tudo aquilo por que passámos aqui. Trouxe de volta os cheiros, os sons e as imagens. Trouxe de volta as memórias de tudo aquilo por que passei em 1995", conta Almasa.

O regresso às emoções do passado que ficaram para sempre com quem as viveu é um caminho que a realizadora espera ser útil.

"Depois de tantos anos, fizemos um filme que as pessoas podem finalmente ver como foi e passar por estas emoções. E espero que estar aqui seja uma espécie de encerramento ou um pouco de catarse para que as pessoas o virem passados tantos anos", afirma Jasmila Zbanic.

Há 25 anos Srebrenica era tomada por tropas sérvias da Bósnia. A cidade, no leste do país foi então palco do maior massacre na Europa desde a II Guerra Mundial, com o assassinato de mais de oito mil muçulmanos, entre os quais crianças,

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Histórias de crianças vítimas do massacre do Srebrenica

Massacre de Srebrenica foi há 25 anos

Os grandes filmes dos Prémios do Cinema Europeu 2023