EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Festival de Cinema de Veneza vai ter estrelas na passadeira vermelha, apesar das greves em curso

Quem estará na passadeira vermelha da 80ª edição do Festival de Cinema de Veneza?
Quem estará na passadeira vermelha da 80ª edição do Festival de Cinema de Veneza? Direitos de autor Getty Images
Direitos de autor Getty Images
De  David Mouriquand
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Artigo publicado originalmente em inglês

Apesar das greves em curso em Hollywood, algumas estrelas de renome vão fazer a viagem ao Lido este ano. Saiba como.

PUBLICIDADE

O Festival de Cinema de Veneza arranca na quarta-feira, em plena greve de argumentistas e atores em Hollywood.

Embora muitos receassem que este facto significasse um menor número de grandes produções norte-americanas no alinhamento da competição, o programa original saiu praticamente ileso.

No entanto, este ano não haverá tantos atores de renome a passar pela passadeira vermelha do Lido, devido às greves em curso e às restrições impostas aos membros do sindicato, nomeadamente a não promoção de projetos.

Apesar disso, foi oficialmente confirmado que Adam Driver, Jessica Chastain, Caleb Landry Jones e Mads Mikkelsen estão entre as estrelas a marcar presença no festival este ano.

O festival confirmou que Driver é esperado na passadeira vermelha do Lido para promover Ferrari, de Michael Mann, no qual interpreta a personagem titular, o pioneiro italiano das corridas de automóveis Enzo Ferrari; Chastain vai promover Memory, de Michel Franco, o seu primeiro papel desde a sua interpretação vencedora de um Óscar em The Eyes of Tammy Faye (2021); Landry Jones promoverá Dogman, de Luc Besson; Mikkelsen representará The Promised Land,_do realizador dinamarquês Nikolaj Arcel.

Também são esperados no Lido Cailee Spaeny e Jacob Elordi, que interpretam Priscilla e Elvis Presley em Priscilla, de Sophia Coppola, bem como a própria Priscilla Presley.

Todos os filmes acima referidos obtiveram isenções provisórias do SAG-AFTRA, uma vez que são produções independentes que não foram produzidas por membros da AMPTP.

Os elencos de filmes de estúdio como The Killer, Maestro e Poor Things - todos a estrear na competição este ano - não são esperados no Lido.

De acordo com a agência noticiosa italiana ANSA, é provável que Kiefer Sutherland esteja no Lido para homenagear o último filme de William Friedkin, o drama jurídico The Caine Mutiny Court Martial, apesar de ser produzido pela Showtime e pela Paramount Global, que é membro da AMPTP.

Entre os cineastas que, segundo os rumores, estarão presentes este ano contam-se David Fincher, Sofia Coppola, Ava DuVernay, Michael Mann, Yorgos Lanthimos e Woody Allen.

O festival contará com um contingente de talentos internacionais, incluindo o ícone de Hong Kong Tony Leung, que será homenageado com um prémio de realização vitalícia. A atriz Valerie Lemercier está entre os talentos franceses presentes para Coup De Chance, de Allen, e o filme The Palace, de Roman Polanski, será representado por Fanny Ardant e Joaquim de Almeida.

O 80º Festival de Cinema de Veneza começa na quarta-feira, 30 de agosto, e prolonga-se até 9 de setembro. O festival abre com o filme italiano de ação da Segunda Guerra Mundial, Comandante, que substitui o filme de abertura original Challengers, com Zendaya, um filme retirado devido às greves.

Fique atento à Euronews Culture para uma cobertura completa do festival, incluindo críticas diárias aos filmes.

Outras fontes • Variety

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Programação de luxo e nomes controversos no Festival de Veneza

Françoise Hardy, atriz e ícone da pop francesa, morre aos 80 anos

Retrato do rei Carlos III alvo de ativistas dos direitos dos animais