EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Uma viagem inesperada: explorar a arte contemporânea nas Gallerie d'Italia

Uma vista da impressionante exposição na Gallerie D'Italia em Milão
Uma vista da impressionante exposição na Gallerie D'Italia em Milão Direitos de autor Duilio Piagges
Direitos de autor Duilio Piagges
De  Saskia O'Donoghue
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Artigo publicado originalmente em inglês

A sede em Milão das galerias do Intesa Sanpaolo poderá ter apresentado o seu espetáculo mais impressionante de sempre - uma viagem visual pela arte contemporânea italiana e internacional.

PUBLICIDADE

Se procura acrescentar algo de espetacular a uma visita a Milão, à medida que o verão se transforma lentamente em outono, experimente visitar as Gallerie d'Italia.

No coração de Milão, o vasto museu está a organizar uma exposição particularmente impressionante, apresentando uma série de obras da coleção Intesa Sanpaolo.

Com curadoria cuidadosa do Curador Associado das Coleções de Arte Moderna e Contemporânea do Banco, Luca Massimo Barbero, "Una Collezione Inattesa" - ou "Uma Coleção Inesperada" - promete levar os visitantes numa extraordinária viagem artística.

Duilio Piaggesi
Luca Massimo Barbero, curador da exposição.Duilio Piaggesi

Com mais de 70 obras de arte contemporânea, esta exposição apresenta uma riqueza de pinturas e esculturas, muitas delas nunca antes expostas nas Gallerie d'Italia.

Com o objetivo de iluminar o mundo da arte moderna e contemporânea italiana e internacional, a exposição começa na sala monumental do museu.

Por lá encontram-se as obras de Jean Hans Arp, entre as quais a imponente "Femme Paysage", que abre caminho às peças de Bruno De Toffoli, artista intimamente ligado aos Manifestos do Espacialismo.

A exposição prossegue cronologicamente, com um primeiro destaque para os mestres da escultura do século XX. Estão expostas obras emblemáticas como "La Pisana", de Arturo Martini, "Pomona", de Marino Marini e "Grande Cardinale Seduto", de Giacomo Manzù.

Duilio Piaggesi
"Grande Cardinale Seduto", de Giacomo Manzù em exposição.Duilio Piaggesi

Estes artistas são frequentemente aclamados como estando na vanguarda da escultura italiana contemporânea.

Mais adiante, uma galeria dedicada a Fausto Melotti revela uma série de esculturas, incluindo cerâmicas e obras inéditas.

Entre estas, destaca-se a obra-prima de cobre "Coppia", bem como vasos de cerâmica, incluindo quatro importantes Korai.

Duilio Piagges
Seleção de obras de Fausto Melotti.Duilio Piagges

Também estão expostas peças da década de 1960, de caráter experimental, com ênfase na desmaterialização e na arte monocromática.

A Complex Form de Sol LeWitt, que só recentemente entrou nas coleções do Intesa Sanpaolo, serve de ponte entre o minimalismo americano e a arte contemporânea italiana.

No espaço, juntam-se-lhe as obras de Robert Ryman, Piero Manzoni, Alberto Burri, Toti Scialoja e Enrico Castellani, que parecem dialogar harmoniosamente.

Duilio Piaggesi
Cerâmicas e pinturas estão frente-a-frente na exposiçãoDuilio Piaggesi

A escultura de LeWitt "Three Cubes (Straight)", de 1969, cria um caminho para a sempre impressionante obra de Gerhard Richter "Abstraktes Bild", de 1984, um final adequado a esta exploração imperdível da arte contemporânea.

Mesmo que saiba muito pouco sobre esta época, esta exposição é um bom ponto de partida. A sua intenção é clara: promover uma contemplação profunda sobre as inovações artísticas do século XX e do período pós-Segunda Guerra Mundial.

Duilio Piaggesi
Trabalho de Lucio Fontana faz parte da exposição.Duilio Piaggesi

"Una Collezione Inattesa" está patente até 22 de outubro de 2023 nas Gallerie d'Italia, Piazza della Scala, Milão.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Morreu aos 88 anos o ator Donald Sutherland

Polícia britânica prende ativistas da Just Stop Oil que vandalizaram Stonehenge

O que é este novo e misterioso monólito e quem está por detrás dele?