EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Kurt Cobain: maço de cigarros e guitarra "Skystang I" batem recorde de venda em leilão

Kurt Cobain: Cigarros e guitarra "Skystang I" batem recorde de venda em leilão
Kurt Cobain: Cigarros e guitarra "Skystang I" batem recorde de venda em leilão Direitos de autor Getty Images - julienslive.com
Direitos de autor Getty Images - julienslive.com
De  David Mouriquand
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Artigo publicado originalmente em inglês

O maço de cigarros do vocalista dos Nirvana e a sua guitarra elétrica Fender Mustang para canhotos, tocada na última atuação pública antes da sua morte em abril de 1994, foram ambos vendidos a preços recorde num leilão.

PUBLICIDADE

O maço de cigarros de Kurt Cobain, descrito como "talvez o maço de cigarros mais caro de sempre", foi vendido num leilão em Nashville por 5 200 dólares (4 760 euros), ultrapassando largamente a estimativa de 800 a 1 200 dólares (740 a 1 100 euros).

Os American Spirits - ainda preservados na embalagem original - foram vendidos pela Julien's Auctions no âmbito do leilão "Played, Worn, & Torn: Rock 'N' Roll Iconic Guitars And Memorabilia".

"Os mentolados American Spirit eram a marca preferida da falecida estrela de rock", descreve a descrição do lote. "Este maço foi guardado pelo colega de quarto de Cobain na clínica de reabilitação de Los Angeles, onde ele ficou vários dias antes de se suicidar".

Noutro local, a guitarra Skystang I de Cobain foi vendida por 1.587.500 dólares (1.453.229 euros). A guitarra elétrica Fender Mustang para canhotos, foi a que Cobain tocou na sua última atuação pública antes de morrer tragicamente em abril de 1994.

"Esta é uma guitarra histórica realmente incrível. É claro que se trata de Kurt Cobain. É a sua Fender Mustang. É a sua guitarra SkyStang 1, o seu cavalo de batalha, a sua guitarra mais tocada de todos os tempos", afirmou Martin Nolan, Diretor Executivo da Julien's Auctions.

Usada na digressão "In Utero", tocou-a em 53 dos 63 espetáculos.

Nolan acrescentou: "Esta é uma guitarra realmente icónica, com as cordas originais e a correia original da guitarra com fita adesiva preta a cobrir a marca Fender, porque Kurt não gostava de marcas".

Vários outros objetos de Cobain foram postos à venda, incluindo as calças de ganga que usou no vídeo da música "Heart-Shaped Box" - vendidas por 412 750 dólares (377 000 euros); um esboço e notas manuscritas da letra de "Smells Like Teen Spirit" - vendidas por 91 000 dólares (83 000 euros); um casaco de malha amarelo - vendido por 13 000 dólares (11 900 euros).

Todos os objetos foram originalmente deixados ao companheiro de quarto de Cobain no Exodus Recovery Center, em Los Angeles.

Mas não se tratou apenas do vocalista dos Nirvana

Outros destaques deste leilão de três dias incluem:

- A emblemática guitarra "The Fool" de Eric Clapton foi vendida por 1,27 milhões de dólares (1,16 milhões de euros) à The Jim Irsay Collection em Indianápolis, o que fez da venda a primeira vez que uma guitarra de Clapton foi vendida por sete dígitos em leilão e estabeleceu um recorde mundial para a venda de uma guitarra de Clapton.

- A guitarra acústica Gibson Epiphone PR325S, propriedade de Johnny Cash, tocada num jantar para Joaquin Phoenix, que fez de Cash no filme Walk the Line: 63 500 dólares (58 000 euros), quase 20 vezes mais do que a sua estimativa inicial de 3 000 a 5 000 dólares.

- A capa de Dolly Parton dos anos 70, feita à medida e usada em palco: 10.160 dólares (9.300 euros), vendida cinco vezes mais do que a sua estimativa original de 2.000 a 3.000 dólares. 

- O trompete Martin Committee de Dizzy Gillespie: 76.200 dólares (69.000 euros), vendido acima da estimativa de 30.000 a 50.000 dólares.

- A guitarra elétrica Fender Classic Series '69 Thinline Telecaster de 1999 assinada pela banda Rolling Stones de Keith Richards foi vendida por 45 500 dólares (41 650 euros).

Outras fontes • AP

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Exemplar raro de banda desenhada com a estreia do Super-Homem vendido por valor recorde de 5,5 milhões de euros

O que fazer, ver (ou assistir) na Europa esta semana

Françoise Hardy, atriz e ícone da pop francesa, morre aos 80 anos