EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Cabra de cerâmica do rei Carlos III é vendida em leilão por 13 000 euros

Porque é que esta cabra de cerâmica foi vendida por 13 000 euros? (Pista: é da realeza)
Porque é que esta cabra de cerâmica foi vendida por 13 000 euros? (Pista: é da realeza) Direitos de autor Hansons/SWNS
Direitos de autor Hansons/SWNS
De  David Mouriquand
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Artigo publicado originalmente em inglês

Se pertencermos a um sistema arcaico de poder hereditário, haverá sempre compradores para os mais variados objetos...

PUBLICIDADE

Uma pequena cabra de cerâmica atribuída ao Rei Carlos III foi vendida em leilão no Reino Unido por mais de 11 000 libras (ou 13 000 euros).

O pequeno animal de cerâmica, que tinha sido guardado durante 55 anos pelo canadiano Raymond Patten, foi leiloado na semana passada e vendido a um comprador privado americano.

A obra de arte recém-descoberta foi arrematada por 8 500 libras esterlinas (10 000 euros), tendo o prémio total atingido 11 407 libras esterlinas (cerca de 13 400 euros) na Hansons Auctioneers, em Staffordshire.

A peça de cerâmica foi oferecida a Patten por uma tia-avó que trabalhava como cozinheira na Universidade de Cambridge e que lhe disse que o então Príncipe Carlos a tinha feito.

A cabra de cerâmica feita por Carlos III
A cabra de cerâmica feita por Carlos IIIHansons/SWNS

Nos anos 60, Carlos frequentou o Trinity College, estou Arqueologia e Antropologia (e depois História), onde fez esta cabra. Esta é, alegadamente, a única peça de cerâmica feita pelo agora Rei - o que explica o preço da peça.

O que não se sabe é o motivo que levou Carlos a fazer esta peça de cerâmica.

Charles Hanson, da Hansons Auctioneers, disse: "Raymond decidiu desfazer-se da cabra devido ao seu significado histórico. Ele está na idade da reforma e queria encontrar uma nova casa onde pudesse ser apreciada durante décadas".

Os leiloeiros venderam,em junho do ano passado, desenhos de infância do Rei Carlos sobre a sua mãe e o seu pai, a Rainha Isabel II e o Duque de Edimburgo.

Os desenhos com a inscrição "Mamã" e "Papá", feitos por Carlos quando tinha cinco ou seis anos de idade, atingiram um prémio total de 59 800 libras (70 000 euros).

Mamã e Papá
Mamã e PapáHansons/SWNS

O rei Carlos III começou a pintar na década de 1970 e disse que isso o transporta "para outra dimensão".

Em 2022, foi colocada à venda uma das suas pinturas - a primeira impressão de uma pintura de um monarca reinante. Foi descrita pela crítica de arte Estelle Lovatt como: "Não é horrível. Não é terrível, mas não é ótimo".

Talvez esta descrição se possa aplicar à cabra de cerâmica... Mas, por outro lado, se fizermos parte de um sistema arcaico de poder hereditário que parece pertencer à Idade Média, haverá sempre compradores.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rei Carlos III regressa aos atos oficiais enquanto continua a lutar contra um cancro

Rei Carlos III recebe as novas notas com o seu retrato

O Rei Carlos III celebra 75 anos