Suíça vai ter painéis solares entre os carris

É a primeira vez que um sistema removível foi desenvolvido para a instalação de painéis solares em carris
É a primeira vez que um sistema removível foi desenvolvido para a instalação de painéis solares em carris Direitos de autor Sun-Ways
Direitos de autor Sun-Ways
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A start-up suíça Sun-Ways vai instalar painéis perto da estação ferroviária de Buttes, no oeste do país, em maio, aguardando a aprovação do Departamento Federal de Transportes.

PUBLICIDADE

A start-up suíça Sun-Ways vai instalar painéis perto da estação ferroviária de Buttes, no oeste do país, em maio, aguardando a aprovação do Departamento Federal de Transportes.

Como a crise climática exige uma aceleração da transição energética, os criadores destes painéis solares removíveis têm visto um novo potencial em superfícies incomuns.

Bermas de estradas, reservatórios e quintas são alguns dos espaços usados para a instalação dos painéis solares. E a alemã Deutsche Bahn também está a experimentar colocar células solares fotovoltaicas nas travessas de caminho-de-ferro.

Mas a Sun-Ways é a primeira a patentear um sistema removível, com a ajuda da Escola Politécnica Federal de Lausanne (EPFL).

“Essa é a inovação”, disse o cofundador Baptiste Danichert ao site de notícias Swissinfo. E é crucial, pois os carris precisam ser limpos de tempos a tempos para trabalhos essenciais de manutenção.

Como os painéis solares são instalados nos carris?

A empresa suíça, com sede na cidade ocidental de Ecublens, desenvolveu um sistema mecânico para instalar os seus painéis solares removíveis.

Um comboio desenvolvido pela empresa suíça de manutenção de trilhos Scheuchzer percorrerá os carris, colocando os painéis fotovoltaicos ao longo do trajeto. É “como desenrolar um tapete”, diz Sun-Ways.

A eletricidade produzida pelo sistema fotovoltaico irá para a rede elétrica e será usada para alimentar casas, já que usá-la nas operações ferroviárias seria um processo mais complicado.

Quanta energia podem produzir os painéis solares nas linhas ferroviárias?

A start-up tem grandes ambições para a sua eco-inovação. Em teoria, os painéis poderiam ser implantados em toda a rede ferroviária suíça de 5.317 quilómetros. As células fotovoltaicas cobririam uma área do tamanho de 760 campos de futebol.

A Sun-Ways estima que a rede ferroviária nacional poderia produzir um Terawatt/hora (TWh) de energia solar por ano, o equivalente a cerca de 2% do consumo total de energia da Suíça.

A empresa ambiciona expandir-se depois para a Alemanha, Áustria e Itália.

"Existem mais de um milhão de quilómetros de linhas ferroviárias no mundo", disse Danichert à Swissinfo.

“Acreditamos que 50% das ferrovias do mundo poderiam ser equipadas com o nosso sistema.”

No entanto, a empresa ainda tem muito a provar com o seu projeto-piloto perto de Buttes. A União Internacional dos Caminhos-de-Ferro teme que os painéis possam sofrer microfissuras, aumentar o risco de incêndios em áreas verdes e até distrair os maquinistas com reflexos.

A Sun-Ways diz que os seus painéis são mais resistentes que os convencionais e que podem ter um filtro anti-reflexo para "proteger" os olhos dos maquinistas.

Os sensores embutidos também garantem que funcionam corretamente, enquanto as escovas presas no final dos comboios podem remover a sujidade da superfície dos painéis.

Alguns apontaram que o gelo e a neve podem impedir que os painéis horizontais sejam úteis, mas a Sun-Ways diz estar a trabalhar num sistema para derretê-los.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Aquecimento global de 1,5ºC chega entre 2030 e 2035

Varandas solares estão a crescer na Alemanha. Eis o que precisa de saber sobre esta popular tecnologia doméstica

Tecnologias de energia limpa abrandaram crescimento das emissões globais de carbono em 2023