Ondas de calor estão a escurecer as florestas europeias

As florestas temperadas da Europa Central começam a sofrer os efeitos das ondas de calor
As florestas temperadas da Europa Central começam a sofrer os efeitos das ondas de calor Direitos de autor Canva
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Um novo estudo sugere que no ano passado 37% das florestas mediterrânicas e da Europa Central foram afetadas pela seca e ondas de calor

PUBLICIDADE

As secas e as ondas de calor estão a fazer com que as florestas europeias percam a cor verde que as caracteriza nos meses de Verão.

No ano passado, 37% das florestas mediterrânicas e da Europa Central foram afetadas, revela um novo estudo.

Investigadores da Universidade ETH de Zurique e do Instituto Federal Suíço de Investigação Florestal, Neve e Paisagem (WSL) têm vindo a examinar o fenómeno ao longo dos últimos 21 anos.

Os resultados, publicados na revista Biogeosciences, mostram que a escurecimento das florestas de Verão está a alastrar por toda a Europa.

O que causa o escurecimento das florestas durante o Verão na Europa?

Utilizando dados de satélite de alta resolução, os investigadores identificaram períodos em que as áreas de floresta não eram tão verdes como deveriam ser durante o Verão.

Embora a seca desempenhe um papel central no escurecimento das florestas, os seus efeitos não foram imediatos.

Os investigadores observaram um "efeito acumulado" de períodos de seca intensa e persistente, o que significa que a capacidade das árvores para sobreviverem ao calor e à seca depende não só das condições atuais mas também dos meses e anos anteriores.

Ao investigarem a história dos eventos de escurecimento florestal, os cientistas identificaram sinais meteorológicos que afetaram as árvores anos mais tarde. Em particular, os períodos frequentes de pouca chuva ao longo de dois a três anos foram um precursor do escurecimento durante o Verão.

Os períodos frequentes de temperaturas elevadas durante pelo menos dois anos nas zonas temperadas também tiveram um impacto significativo.

"O escurecimento da floresta na Europa central foi precedido de dois verões secos e quentes seguidos", diz Mauro Hermann, doutorando da ETH e principal autor do estudo.

A seca também fomenta o besouro das cascas e as pragas de fungos, bem como os incêndios florestais - todos os quais podem contribuir indirectamente para o escurecimento - os investigadores observam.

Que partes da Europa são mais afectadas pela escurecimento das florestas?

Desde o início deste século que as florestas mediterrânicas têm vindo a sofrer de escurecimento progressivo.

Nos últimos anos, o problema propagou-se às florestas temperadas da Europa Central.

O Verão de 2022 foi o mais quente de que há registo no continente e a floresta europeia atravessou a sua fase de escurecimento mais extensa, com mais de um terço das florestas afetadas nestas regiões.

Este é "muito mais do que qualquer outro acontecimento nas duas últimas décadas", segundo Hermann.

O que significa este escurecimento para as florestas europeias?

A redução da cor verde é um sinal de vitalidade reduzida e de maior stress nas florestas. 

No passado, os verões quentes e secos eram menos frequentes na Europa. Após a onda de calor recorde em 2003, a cor das florestas da Europa foi pouco afetada.

Mas desde 2018, as repetidas secas em grande escala e as altas temperaturas levaram a um aumento extenso do escurecimento.

PUBLICIDADE

Com a repetição do Verão de 2022, com temperaturas recorde e seca, o escurecimento das florestas poderá tornar-se ainda mais generalizado no continente.

Os abetos e faias da Alemanha e da Suíça, em particular, foram particularmente afetados uma vez que florestas inteiras sofreram com o calor constante e o stress da seca.

Uma vez que o tempo pode não ser o único fator que contribui para o fenómeno, os investigadores sublinham que não pode ser utilizado para prever o futuro - mas pode oferecer pistas.

A monitorização orientada das condições meteorológicas ao longo de várias estações pode fornecer informações valiosas sobre a probabilidade de ocorrer descoloração prematura das folhas no Verão seguinte
Thomas Wohlgemuth
Co-autor do estudo de Dinâmica Florestal da WSL

A gestão florestal poderia ajudar a reduzir a descoloração da floresta à medida que as temperaturas aumentam, acrescenta Wohlgemuth.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Onda de calor no México: Centenas de aves "mortas à fome" pelo El Niño

Habitantes da capital francesa têm mais probabilidades de morrer devido às altas temperaturas

Exportação de flores da UE para a Rússia em crescimento